1. Colega de trabalho virou minha putinha


    Encontro: 21/12/2017, Categorias: Heterossexual, Anal, Infidelidade, Sexo Anal, Oral, putinha, Gozada, Autor: Holmes, Fonte: CasadosContos

    Oi galera, esse é meu primeiro conto aqui e espero que gostem dos relatos que narrarei nesse e nos próximos contos. Meu nome é Pedro, tenho 28 anos, sou baixinho 1,65m, moreno claro, não sou lá essa coisa atraente, mas compenso com uma boa lábia. Haha. Bom, o que venho relatar aconteceu há uns 3 anos. Ela era a nova secretária do meu gerente. Eu já havia ficado com as outras secretárias que ocuparam a mesma cadeira que ela. Mas quando a vi foi bem diferente, um tesão louco tomou minha cabeça, ela com uma carinha de menina levada me fez, de cara, pensar muita safadeza. Ela é uma mulher normal, nada de beleza chamativa demais, era bonita, com um corpo lindo, tipo falsa magra, pernas lindas e uma bunda muito bem desenhada. Eu não gosto de mulheres com aqueles corpões tipo panicat. E ela é do jeito que eu gosto. Ela passou a ser um objeto de desejo para mim, todo dia era um tesão encontrar com ela. E eu botei em prática a ação, utilizando um chat interno comecei a puxar assunto como quem não quer nada (mas queria, e muito, rs). Algumas semanas de conversa e descobri que ela tinha um relacionamento, vivia com um cara, mas como ela deu corda nas minhas conversas continuei, mas já demonstrando meu interesse nela. Depois que ela viu meu interesse e meus olhares safados para cima dela, começou a ir trabalhar com vestidos bem gostosos, mostrando metade das coxas e um belo salto alto. Foi aí que fiquei louco nas pernas dela, lindas. Sempre que ia de vestido dava um sorriso safado ...
    quando me encontrava. As conversas foram esquentando, e os assuntos sempre eram safados. Começamos a falar sobre fantasias sexuais, posições, etc. Comecei a oferecer carona para ela depois do trabalho e foi aí que tudo começou. A primeira vez foi uma sensação gostosa demais...um beijo gostoso e quente, parecia que não era beijada há muito tempo. Passava minha língua na boca dela bem devagar, ela gemia só me beijando. As minhas mãos bobas começaram e tentava acariciar o corpo dela por baixo da blusa, tentei desabotoar a blusa, mas ela não deixava, dizia que não estava preparada para isso e eu aceitei, apesar que eu já estava com o tesão a flor da pele. Deixei-a na aula e fui embora. Mas nesse dia continuamos nosso papo pelo whats, e nesse dia o papo foi muito quente. Ela me falava de como tinha ficado quando nos beijamos no carro, bucetinha molhada e com um tesão louco de ter dado para mim ali mesmo, no carro. Eu falava que já estava louco com o pau duro e já não aguentava mais, queria fuder gostoso com ela. No outro dia, um sábado, ela me manda uma mensagem de bom dia (e que bom dia, rs), dizendo que estava louca para dar a buceta para mim. Que já não suportava mais ter que gozar toda noite pensando no meu pau duro na buceta dela. Ler aquilo foi quase um viagra, meu pau ganhou volume instantaneamente. Falei que se aprontasse que estava indo pegá-la agora. Ela se aprontou e me aguardou um quarteirão depois do condomínio dela. Levei-a para o motel no outro quarteirão, a sensação de ...
«123»