1. Lésbicas Quase Sem Querer


    Encontro: 19/12/2017, Categorias: Lésbicas, Autor: nhocasoba, Fonte: ContoErotico

    Jane e Marry eram duas amigas inseparáveis que não se desgrudavam um só segundo e sempre que tinham festas elas combinavam para irem para 'aproveitar a vida". -Amiga,hoje tem,hoje tem!!!!! -Nossa vei,nem me fala,hoje eu tô querendo beijar muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito!!! Naquele dia, iam para uma festa de amigo muito íntimo delas chamado Reinaldo,que era considerado bonito,gato para a sociedade em que convivia, e Jane sempre tinha um pouco de tesão por ele,mas,não sabia como puxar papo. Caiu a noite,e elas todas chiquérrimas vieram a deslumbrar todas as outras garotas da mesma forma que elas,esplendorosas como sempre,porém estavam despreparadas no sentido da conquista,do beijo não que elas não soubessem beijar,mas,faltava aquilo que deixava elas loucas "aquela pegada na cintura"! Reinaldo ao chegar na festa, deu aquele olhar safado para Jane para ver se atiçava a vontade de chegar nele e beijar do jeito que ela tanto esperava,porém não entendeu o verdadeiro sentido que o "garoto dos seus sonhos" lhe deu,enquanto isso,Marry estava triste pois,não interessava por nenhum garoto e de certa forma tinha um pouco de inveja da amiga por ter uma pessoa de olho nela que lhe satisfazesse como forma de um possível namoro no futuro que no princípio seria apenas ficar. Jane estava sufocada por este sentimento e,desde então decidiu falar com Reinaldo: -Oi! -Oi,moça! -Está gostando da festa? -Claro,moças lindas,charmosas,esplendorosas isso me contagia!Disse Reinaldo. -Hum,interessante,sei ...
    que talvez eu posso ser um pouco apressada demais,po.... Antes dela terminar a frase,Reinaldo louco de vontade de beijá-la,pegou pela cintura e falou: -Eu sei o que você quer! O garoto beijou-a de uma forma alucinante de tão bom que foste o beijo e ela sem palavras deu apenas um sorriso. Em uma forma inesperadora falou: -Vamos pra minha casa,quero lhe conhecer melhor! Jane como se estivesse manipulada,respondeu com a cabeça que sim,esquecendo da sua amiga,e deixou-a de forma humilhante. Passava das 01:00 da manhã do dia seguinte,e Marry se dando conta que Jane foi embora sem avisar ela,na qual ficou furiosa "chutando o balde". -Ela me paga,ela me paga,aquela insuportável,sem caráter,ignorante..... Chegando na casa do "ficante da noite" o garoto argumentou: -Queres um champagne? -Sim, eu aceito. -Engraçado,lhe acho tímida,engraçada,gente boa porém nunca tive a oportunidade de falar com você! -O tempo é o senhor da razão!Disse Jane. -Virou filósofa neh! -Nada,é só a experiencia que a vida me proporciona!Indagou Jane Queres saber de uma coisa?Vamos lá pro meu quarto,tô meio excitada com você,desculpe lhe falar isso,mas,não me aguentei,você é muito gostosa! Jane ,aceitou numa boa,mas,o peso na consciência por ter deixado sua amiga no vácuo,foi maior,porém Reinaldo insistia na relação sexual, e ela ficou em dúvidas e decidiu falar com Reinaldo dessa maneira: -Não,não,não isso é injustiça,deixei minha amiga sem respostas,sem ligar pra ela,foi estupidez minha,desculpe mais não vai ...
«123»