1. Delírio 7


    Encontro: 13/12/2017, Categorias: Amizade, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Bib's, Fonte: CasadosContos

    Ele foi até o banheiro e fechou a porta. Ligou o chuveiro, ignorando o desejo de se enfiar na cama ao lado de Jake. Ele sentia-se à vontade com ele, mas não sabia se aquilo que sentia por ele era real ou apenas uma fantasia que ele só havia tido possibilidade de realizar agora. Ele já não conseguia mais imaginar a vida sem ele mas não tinha a menor ideia de como poderia ficar ao lado dele. Uma suave batida se fez ouvir na porta do banheiro antes que Jake a abrisse lentamente. Ele entrou, completamente nu e lindo. Passou os braços em torno da cintura de Caleb e beijou-lhe a testa. — Está tudo bem? — Eu só precisava de uma ducha. Estou fedendo a cigarro. — Como está Emma? — Ainda bêbada e furiosa com Sam, e disposta a voltar para Boston amanhã de manhã. Jake o tomou pela mão e o conduziu até o box, abrindo a porta de vidro. Entrou debaixo do chuveiro e deixou a água bater no corpo nu. Caleb o seguiu abraçando-o. Ele enterrou os dedos no cabelo de Caleb e o beijou afastando os lábios dele com a língua para sentir lhe o sabor da boca. Assim que os corpos se tocaram todas as dúvidas e inseguranças desapareceram. Jake se afastou e o olhou nos olhos, estendendo a mão para tocar-lhe o peito, acariciando-o até o mamilo enrijecer Passou então a mão ao longo do quadril, provocando-o. Caleb acariciou o membro duro e grosso de Jake. Ele só havia precisado de um minuto para ficar excitado, ele esfregou as suas ereções juntas. O poder que ele exercia sobre ele mexeu com Caleb, Jake gemeu ...
    suavemente quando ele fechou os dedos em torno do seu sexo. O corpo dele já lhe era familiar. Ele sabia como Jake reagiria a seu toque, como perderia o fôlego e sussurraria o nome dele, como o corpo ficaria tenso pouco antes de ele alcançar o gozo. Jake o agarrou pela cintura e o pressionou contra a parede de azulejos. Beijou-lhe a curva do pescoço e então desceu mais, provocando o mamilo com a língua. — Diga-me o que você quer — sussurrou ele. — Você — disse Caleb. — Dentro de mim. Ele baixou a mão até a curva das nádegas e as apertou suavemente. — Diga-me como. — Primeiro você tem que me beijar do jeito certo. Jake fez o seu melhor, beijando-o primeiro suavemente e então com uma urgência crescente, contornando os lábios dele com a língua até ele se render completamente. Os joelhos de Caleb fraquejaram e ele sentiu-se derreter nos braços dele enquanto a água quente corria sobre ambos. — É um bom começo — murmurou. Jake traçou uma trilha de beijos no ombro dele, seguindo pelo seu braço. Quando ele se ajoelhou na frente dele, Caleb enterrou os dedos nos cabelos molhados dele, afastando-o quando sua língua lhe fez cócegas. Ele era tão bonito e tão incrivelmente sexy. Caleb jamais imaginou sentir tamanha atração por um homem. Bastava um toque dos dedos dele em sua pele nua para que a atração tomasse conta de ambos. Os lábios de Jake desceram ainda mais, colocando o pênis dele na boca. Caleb já estava tão excitado que começou a tremer. — Eu adoro poder tocá-lo dessa maneira — ...
«1234»