1. DIÁLOGOS EM FANTASIA (PARTE 02)


    Encontro: 11/12/2017, Categorias: Sexo Anal, Oral, Incesto, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: O BEM AMADO, Fonte: CasadosContos

    Lúcio chegou em casa mais cedo da aula e ficou surpreso ao encontrar Fábio; ele estava na sala, trajando apenas um calção e estava estirado no sofá da sala manipulando o controle remoto da televisão, zapeando aleatoriamente. Lúcio não conseguiu tirar os olhos daquele corpo másculo, viril e cuja musculatura perfeita lhe provocava arrepios por toda a extensão de sua pele. Lúcio cobiçava Fábio desde sempre e sonhava em entregar-se a ele. -E aí, maninho! – exclamou Fábio ao perceber a presença de seu irmão – Chegou cedo, hein …, cabulou foi? -Nada disso! – retrucou Lúcio saindo de seu delírio – Não tivemos a última aula …, e você? Está fazendo o que em casa tão cedo? -Papai me deu folga – respondeu Fábio, enquanto esticava os braços evidenciando seu tórax de deus grego – Ele foi até Campinas …, acho que só volta amanhã … -E a mamãe? – perguntou Lúcio, tentando esconder a curiosidade em saber se ambos estavam a sós na casa – Ela ainda não chegou? -Não, maninho! – respondeu Fábio de modo enfadonho – Porque tanta pergunta? Está com medo de ficar sozinho comigo? -Eu! – exclamou Lúcio – Medo? De ficar com você? …, nem um pouco … -Ah, é – ironizou Fábio – Então vem aqui …, senta aqui do meu ladinho … Lúcio sentiu um calafrio percorrer sua espinha. Por alguns instantes, ele hesitou, mas o desejo que queimava em seu âmago falou mais alto e ele foi sentar-se ao lado do irmão. Eles ficaram muito próximos, tão próximos que Lúcio podia sentir o cheiro da loção após barba de seu irmão. Era ...
    um cheiro gostoso …, um cheiro de macho! Ele olhou se soslaio para o peito nu de seu irmão, que exibia a tatuagem de um Dragão, e quedou-se apreciando aquele desenho rabiscado na pele de Fábio. -Gostou de minha tattoo, maninho – perguntou Fábio repentinamente – Você não para de olhar para ela …, ou será que está olhando para mim … -Eu? – respondeu Lúcio com voz trêmula – E seu eu estiver? Algum problema? -Nenhum! – respondeu Fábio – Apenas o fato de que você está me deixando com tesão …, olha só isso! Sem cerimônias, Fábio puxou seu calção para baixo, deixando sua rola pular para fora, apontando para o teto dura e pulsante. Imediatamente, os olhos de Lúcio faiscaram e ele sentiu uma onda de calor tomar conta de seu corpo … -Você é louco! – exclamou Lúcio, incapaz de tirar os olhos daquela rola grande grossa – põe isso pra dentro …, já pensou se a mamãe chega! -Ela vai demorar – respondeu Fábio impassível, acariciando seu membro com uma das mãos. -Como é que você sabe? – questionou Lúcio – Ela te disse isso? -Apenas sei – respondeu ele, ainda acariciando a rola e olhando para o irmão com um olhar malicioso e cheio de intenção – Vem aqui …, pega nele …, sente como é grosso … -Não – reclamou Lúcio – Não quero … -Claro que você quer! – ousou Fábio – Eu sei disso …, faz tempo que você está louco pela minha pica …, então, minha bichinha linda …, pega, vai … Lúcio tentou se levantar, mas Fábio o segurou pelo braço. Por um momento, Lúcio ficou sem ação, sentindo-se dominado pelo irmão ...
«1234...10»