1. Meu “tio” tirou minha virgindade durante o banho!


    Encontro: 11/12/2017, Categorias: Virgens, Autor: Novinha safada, Fonte: ContoEroticoComBr

    Este é o meu primeiro conto, esperem que gostem! Bom, tudo começou quando o irmão do meu padrasto veio passar uns tempos aqui em casa. Ele parece um deus grego, todo definido, 1,80… A perfeição em pessoa. Eu sou baixinha , com peitos bem grandes e uma bunda redondinha. Nesse dia, apesar do irmão estar aqui, meu padrasto resolveu sair com a minha mãe. Como meu “titio” ainda estava dormindo, resolvi ir tomar um banho pra refrescar. De repente ouvi a maçaneta girar e lembrei que tinha esquecido de trancar. Aí vejo aquele corpo escultural atravessar a porta só com uma cueca box… Na mesma hora puxei uma toalha pra me cobrir, mas não consegui esconder um dos meus seios, que já estava com o bico durinho, só de ver aquele homem. Ficou aquele silencio constrangedor quando vi um sorrisinho malicioso surgir nos lábios dele. Ele olhou pra mim, entrou no box e tirou a toalha das minhas mãos, me deixando sem reação e disse: -Pra que esconder uma coisa tão bonita? Na hora já fiquei toda molhada, mas não conseguia dizer nada. Só olhava aquele corpo e pensava na minha sorte. Ele começou a passar a mão nos meus seios e o seu pinto já forçava a cueca. Ele pegou o sabonete e disse: -Posso te ajudar a se ensaboar? Ai deu aquele sorriso delicioso e passou o sabonete nos meu seios enquanto beijava meu pescoço. Eu só conseguia olhar para o volume gigantesco que se formava na minha frente. Quando ele reparou que eu olhava pro seu pinto, pegou minha mão e colocou dentro da cueca, me fazendo suspirar ...
    de prazer. Eu me ajoelhei e comecei a chupar aquele pinto delicioso e enorme, quase me sufocava de tão grande, devia ter uns 25 centímetros e eu chupava com muito prazer de saber que estava satisfazendo aquele homem. Ele acariciava os meus cabelos e começou a empurrar minha cabeça naquele pinto delicioso, estava me levando a loucura. Ai ele me levantou e perguntou se eu estava mais a vontade agora e eu respondi que sim, e comecei a beijá-lo, então ele me empurrou contra a parede, pegou de novo o sabonete e começou a passar pela minha barriga, até que foi descendo e chegou ate minha bucetinha, largou o sabonete e começou a apertar o meu grelinho, ai eu virei e disse: -Amor, eu sou virgem ainda! -Então é hoje que você vai perder esse cabaço, minha gostosa. Depois de ouvir isso eu não aguentei, e susperei o nome dele. Ele disse: – Vai, minha putinha, geme gostoso pro seu macho. Eu fiquei meio tensa, porque ninguém nunca tinha me dito nada parecido, mas logo percebi que aquilo só tinha me excitado mais ainda. Obedeci e comecei a gemer enquanto ele beijava e acariciava os meus seios, enquanto uma de suas mãos estava na minha bucetinha. Aquilo estava me enlouquecendo, então comecei a emplorar: – Vai amor! Fode sua putinha vai, por favor!! -Isso minha vadia! Implora pra eu te comer, vai. Geme gostoso pro seu macho!! Ai ele subiu o meu quadril até a altura do seu pescoço e começou a me lamber e enfiar dois dedos na minha xotinha, e eu gritava de tanto prazer. Ai ele me desceu e disse: ...
«12»