1. Estrela guia de minha nau errante | 03


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Amigos, Sexo, Amor, chefe, estagiário, BROMANCE, Rosa, místico, Destino, Paixão, Romance, Foda, Amigos Hétero, Autor: Lipe.Bourbon, Fonte: CasadosContos

    Estrela guia de minha nau errante | 03 _______________ "La rose est sans pourquoi; elle fleurit parce qu'elle fleurit". (A rosa é sem porquê; ela floresce porque ela floresce). (Angelus Silesius) ________________ - Ahhhhhh, que delícia. - Delícia é esse seu rabo: apertado e quente. - Aiiii, Nando!!! Mete vai, mete gostoso. - Meto com todo prazer, Lipe, meu príncipe putinho. Vou montar em você e te fazer delirar. E, de fato, assim o fez. Nando é um desses “amigos coloridos”, que eu conhecia há tempos e com quem eu transava há tempos também. Ele bem sabe dos meus gostos. Eu adoro essa posição, na qual o macho monta em mim. Sinto prazer em estar ali, com ele me envolvendo, respirando em meu pescoço, mordendo, dominando-me de pleno. Gosto da sensação de estar à mercê do prazer dele e, em consequência, satisfazendo meu próprio prazer. - Nando, assim você me enlouquece. Ahhhhhhh! - Isso, geme, geme muito para seu macho. Adoro esse jeito manhoso de dar o rabo. - Gosta é? Eu questionei. - Muito! É entorpecente ver você mordendo os lábios de prazer e se entregar plenamente. Bunda gostosa do caralho! Toma! E, nesse momento, Nando me dá um tapa na bunda e uma estocada profunda. Sentir aquela dor aliada ao prazer de ser preenchido não tem preço. - Aiiiii, Nandooooo!!!! E mordi o lábio de prazer. - Isso, seu safado. De quem é esse rabo guloso? - Seu, por enquanto...rss! - Safado!!! Sou louco para ter exclusividade. - Mete mais vai. Mete! Mostra toda a sua potência, meu gostoso. Aquela ...
    foda, que já contava com vinte minutos, durou quase uma hora. Gozei com Nando me comendo na posição de frango assado. Após, ficamos mais um tempo deitados na cama, no quarto de Nando, no apartamento dele. - Lipe, eu já perdi a conta de quantas vezes eu pedi para você namorar comigo. - Nando, eu gosto muito de você. Você bem sabe disso. Mas há dois impedimentos para nosso namoro. O primeiro é que você é um safado infiel, não segurando seu pênis por muito tempo dentro da cueca por uma pessoa só. Isso é charmoso para a condição de amante e não de namorado, pois traz muita dor de cabeça e chateação. Iríamos brigar e acabar nos separando. Nem a amizade restaria e eu não quero ter você longe de mim. - Está bem. Concordo com a sua explanação, mas, por você, acho que me conteria. Você me satisfaz a tal ponto que não iria querer mais ninguém. - Sei, conheço-te. Sou teu amigo antes de tudo. Já vi você tombar apaixonado em outras oportunidades e mesmo assim não foi aplacada sua ânsia em ter prazer com pessoas distintas, simultaneamente. - Aff...muito chato discutir com você.....hahahaha. Meu passado me condena totalmente. Porém, havia mais um motivo, diga, o que é. - Você sabe o que é, Nando. - De novo aquela história da pessoa que vai abalar seu juízo e arrebatar seu coração? - Sim, de novo. É minha crença genuína. - Lipe, meu adorado, desencana disso. Curta o que está aqui, à sua disposição, no caso, eu! - Hahahaha - Sério, Lipe. Não adianta esperar por essa pessoa. Você sempre foi tão ...
«1234»