1. MINHA MÃE E EU – a retomada 3


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Incesto, Autor: gostosaooo_, Fonte: ContoEroticoComBr

    Escritos por: Marscribe Hã… humm… eu queria lhe dizer uma coisa, espero que não vá ficar aborrecido comigo.- Mamãe falou uns dois dias antes de acabar o feriado de fim de ano. E continuou: – Sabe… aquele meu amigo… o tal do pau enorme… bem… eu não sabia que íamos retomar nossas brincadeiras e combinei de sair com ela amanhã a tarde… você vai se chatear comigo?- Disse-lhe que não se preocupasse, que nunca tivéramos antes esse tipo coisa, que eu não ia me meter em sua vida. No dia seguinte, logo depois do almoço ele veio buscá-la e eu pedi seu carro emprestado e fui visitar um amigo e matar as saudades do Rio. Acabamos ficando até um pouco mais tarde e depois fui a casa de meus avós e jantei com eles. Cheguei em casa devia ser umas 10 horas. Mamãe estava na sala assistindo TV vestindo uma camisola surpreendentemente bem comportada, fechada até o pescoço e caindo abaixo dos joelhos. Sentei ao lado dela e fui logo perguntando como fora. – Foi legal- ela respondeu meio sem graça. – Você deu a bunda para ele? – -Dei.- -Não machucou mais?- – Ela deu um risinho e respondeu: -Não, dessa vez eu levei vaselina!- – Deixa eu ver. – Sentei a seu lado e para não perder tempo fui levantando a camisola. Por baixo ela usava uma calcinha daquelas bem antigas. – É melhor irmos para o quarto… – ela falou. –Porque?- -É um velho tarado que mora no edifício em frente. O cara passa a noite na janela de binóculos espiando nosso edifício. Quem me avisou foi uma vizinha, no elevador. Ela contou que ela ...
    e a filha não tem mais sossego.- – E você?- -Ele já deve ter me visto nua uma porção de vezes. O problema foi um dia em que trouxe um amigo aqui e fiz sexo oral nele aqui nesta poltrona.- -Você chupou o pau dele? – mamãe apenas sacudiu a cabeça confirmando. Foi então que tive uma idéia e perguntei a mamãe se ela concordava em sacanear o velho. Ela concordou imediatamente. Pedi que fosse no quarto ver se o cara estava espreitando e é claro que estava. Ela então apagou todas as luzes da casa com exceção da cozinha e do abajur ao lado do sofá . Pedi a ela que ficasse de perfil para a janela e tirasse a camisola. Em seguida ela enfiou os dedos por baixo do elástico da calcinha e foi baixando. Quando chegou ao meio da banda eu apaguei a luz deixando a sala fracamente iluminada com a luz que vinha da cozinha. Mamãe sentou nuazinha no meu colo e começamos a nos acariciar. –Eu conheço esse seu amigo que você mencionou?- -Não, é uma pessoa que conheci faz pouco.- -Me conta como foi.- -Nós saímos para jantar e depois ele me trouxe em casa, ai já viu … começamos a trocar caricias, ele me fez sentar no sofá e botou o pau para fora da calça e mandou eu chupar. Foi uma coisa rápida, nem eu nem ele tiramos a roupa.- -E ele gozou na sua boca?- – Gozou, encheu minha boca de crê e eu engoli tudinho… Porque quer saber? Quer gozar na minha boca também- -Não, vou querer meter na sua bucetinha.- Ela levantou o corpo, abri a calça e ela agarrou minha pica direcionando para sua buceta e foi baixando ...
«12»