1. "O maior putão dá história que já tive"


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: mineiro dotado, Fonte: ContoErotico

    Já ouviram a velha frase que “os novinhos que dão gostoso” pois então é a mais pura verdade, esse conto relata uma transa inesquecível com um boy de 21 anos mega, hiper, super, putão, pois bem nos conhecemos no Grindr, nunca havia visto aquele lek foi tesão dá noite para o dia, lembro me que era terça feira 27 de dezembro de 2016, tudo começou na rodoviária de ubá MG quando pude ver aquele rapaz alto( curto demais caras altos, encaixa legal) fiquei admirado e ao mesmo tempo feliz pois saberia que a noite iria ser boa, só que eu tinha que esperar até nós chegarmos no apê dele que fica em outra cidade, cerca de 30km, embarcamos no ônibus e ali fomos conversando de boa, e já vendo que os demais passageiros estavam tranquilos tirando um cochilo resolvemos brincar de esfregar nossas pernas uma na outra, aquilo só me dava mais e mais vontade de que chegasse logo. Pensa num cara gostoso tinha cara de quietinho até comentei que ele parece um anjinho só que mais tarde descobri que era um verdadeiro putão, ao chegar no seu apê só tomamos água e já fomos para seu quarto com muita sede só que era uma sede de sexo e foi o que aconteceu, começamos a nos beijar e aquilo foi esquentando ainda mais como era gostoso a boca daquele carinha que já não era mais um anjinho, beijava com vontade parecia faminto por macho. No dia anterior eu havia pedido a ele que não trocasse a cueca pois queria sentir o cheiro do rabo do puto ele a tirou e me deu e eu pude sentir um cheiro de suor que só uma bunda ... de macho tem, foi aí que Cai de boca no seu cuzinho e linguei gostoso o rabo do safado com leite condensado, pude chupar aquela bunda doce ali de 4, enfiei o dedo e levei a boca para senti o gosto do puto por dentro e fui chupando com vontade pois estava com fome de cú, aquele mlk me excitava demais, quis um 69 ele me mamando e eu deliciando com seu rabo doce, eu já não aguentava mais e pedi pra por naquele cu apertadinho e gostoso de foder. O puto me pediu pra por o dedo e mordeu ele com o cú, que delícia era aquilo, nos beijamos e aquele putão tava me deixando doido, não aguentei e empurrei no cu do puto ele gemeu e veio de encontro a minha boca, e que delícia era aquilo eu bombando o cu daquele safado com cara de anjo mas era o meu Capetinha tarado por rola, era gostoso demais ver a cara dele quando eu pulsando meu pau dentro, e eu a todo momento dizia que delícia vc é, me dá gostoso vai, vc gosta de tomar no cu gosta falava no ouvido dele e ele respondia com voz de safado que tava uma delícia, mas de franguinho ele não aguentou minhas entocadas e liberou seu leite era tanto que eu pude espalhar pelo seu corpo e fiz ele provar sua porra no meu dedo, não demorou muito gozei na barriga dele uma porra quente e branca, foi a melhor transa do ano um verdadeiro presente de Natal, curti demais aquele rapaz, no dia seguinte viemos embora, uma pena que aquele momento acabou, porque eu queria mais daquele puto mas tudo que fiz valeu a pena aquele tesudo fez do meu fim de ano ser o ...
«12»