1. Meu enteado descobriu que dei pro amigo dele.


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: betojundiai, Fonte: ContoErotico

    Sou casado há cinco anos com a esposa atual. Tenho 57 anos e tenho um enteado, o Edu, de 18 anos.No último domingo, finalmente consegui ficar sozinho com o Gustavo, um amigo de infância do meu enteado. Foi maravilhoso, ele me fodeu como eu sonhava. (isso eu contei no último conto que escrevi.)Aconteceu o que eu temia, Gustavo não conseguiu esconder do Edu o que tinha acontecido. Ele contou que tinha me comido no domingo.O que passo a relatar aconteceu no feriado da quarta-feira.Minha esposa, que é médica, estava de plantão e eu estava sozinho em casa.Meu enteado chegou com o seu amigo Gustavo, aquela delicia de menino que me comeu no domingo.Edu subiu pro meu quarto, onde eu estava assistindo meu seriado, enquanto Gustavo ficou lá embaixo na sala.Edu entrou no quarto e foi logo falando:- Você nunca conseguiu me enganar. Eu tinha certeza que você gostava uma rola!Levei um susto tremendo, sentei na cama de sobressalto e, perguntei para o Edu:- O que você tá falando “muleke”?Ele respondeu:- O Gustavo me contou que te fodeu no domingo.Fiquei apavorado diante da situação e perguntei a ele o que ele iria fazer agora que tinha descoberto.Para minha surpresa, ele deu um sorrisinho, virou as costas e saiu do quarto dizendo:- Não precisa se apavorar, mas eu ainda não sei o que vou fazer. De repente não é má ideia ter uma bichinha em casa.Fiquei no quarto imaginando o que iria acontecer. Logo pensei que seria chantageado pelo Edu. No entanto, senti no sorriso dele uma possibilidade de ...
    sacanagem.Seria maravilhoso se o Edu guardasse o meu segredo e ainda quisesse ter a mesma experiência do Gustavo.Fui tomar banho e quando estava pensativo na banheira, sou novamente surpreendido. Agora o Edu em companhia do Gustavo entram no meu banheiro e dando gargalhadas malandras dizem que estavam no quarto me esperando. Antes porém deixaram no banheiro uma calcinha da minha esposa que mandaram eu usar.Minha cabeça pirou. Sem ter a certeza do que iria acontecer, mas para prevenir fiz uma duchinha, me sequei, coloquei a calcinha, que ficou enfiadinha na mina bunda e fui para o quarto.A cena que vi no quarto foi a seguinte: Edu e Gustavo sentados na minha cama pelados. Eles estavam de pau duro, e estavam dando risadas debochadas.O pau do Gustavo eu já conhecia e sabia que era grande, mas o Edu me surpreendeu. O pau de Edu é enorme, seguramente uns 22 cm e muito grosso.Relaxei e entrei no jogo deles. Cai de boca no pau do Edu. Quase não consigo abocanhar aquela tora.Eles sempre dando risadas falavam:- Vem putona! Bichona! Agora você vai ter vara a vontade!Sem qualquer preparativo, Gustavo, arrancou a calcinha que eu tinha colocado, cuspiu na minha bunda e enfiou aquele pau delicioso em mim. Foi de uma vez. Senti uma adorável dor profunda.Para minha surpresa, de repente, Edu ficou sério e me deu um maravilhoso beijo, e disse:- De boa! Faz tempo que eu desejava isso. Você nunca havia percebido cara! Sentia o maior ciúme dos seus olhares para o Gustavo. Já bati muitas punhetas ...
«12»