1. Me apaixonei pelo dançarino pt5


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Amor, Romance, preocupação, Sexo, Reconciliação, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: NickTor, Fonte: CasadosContos

    Oi galera, desculpa por não ter postado ontem, minha vida tá mais corrida que a do Mercúrio, olha eu li os comentários, mas nem vai dar pra responder um de cada vez como sempre faço pq preciso acordar cedo amanhã. Entendo a revolta de alguns por não deixar dar explicação, e agradeço mais pela força. Mas eu só tenho a dizer que, TODO MUNDO MUDA, eu mudei e me vejo como um cara mais feliz com a vida, sei esperar e conversar, não sou mais aquele carrasco de antes, TODO MUNDO QUANDO PERDE ALGO TENDE A SOFRER DO SEU JEITO, meu sofrimento era não querer as pessoas perto e hoje é completamente diferente. Bora la. Tava difícil a relação na academia, sempre tentava me esquivar do Nick, o clima já começava a ficar percebido por alguns. Um dia uma aluna nova chegou, mas eu conhecia aquela menina, estudamos juntos administração, fazia um tempo que não a via. A gente começou a se falar mais, eu ajudava ela nos exercícios, ela me falava da sua vida, que tava trabalhando em uma empresa especializada com exportação parece (tem quase cinco anos isso, difícil lembrar desse). A gente tava ficando próximo, mas decidi logo ser direto. - Você é muito legal, mas espero que não confunda as coisas Bianca. - Heitor, sei que você gosta de outra pessoa e isso tá na cara, fique relaxado. - Eu gosto, mas não pretendo ficar com ela. - Por que? - Não gosto de ser usado entre mentiras. - Ih, tá sério viu a coisa. Então faz que nem eu. - O que? - Só curte o momento e depois esqueça. - Boa idéia, alguma dica ...
    pra hoje? - Tenho e vai ser agora. Ela me tasca um beijão na academia, que quem estava perto pensou que tava desentupindo minha boca, mas e daí? Na hora foi bom mesmo, não namorava, não tinha satisfação a dar, quando ela acabou pra deixar minha língua voltar ao normal, olhei assim meio calado pro lado, olha a multidão olhando, minha reação apenas foi. - Podem voltar aos exercícios, porque o verão tá vindo (longe demais, ainda tava inverno) e quero ver todo mundo sarado. Entre essas pessoas, estava o Nick que me olhou com uma cara triste e chateada, mas eu fiz o que? Nem liguei. Agora estava empatado, eu não dava a mínima pra ele e vice versa. Depois de uma semana agindo feito criança, parece que o destino ficou puto com essa palhaçada e decidiu fazer a gente se “esbarrar” ou melhor dizendo Sam e Bianca(que já estava alerta sobre essa história) nos trancaram na academia. Amigas como essa, tenham certeza, esqueçam seus inimigos na boa kkkkkk, amo vocês tá? Vocês me enchem o saco, mas gosto de vocês. - Que ótimo, trancaram a academia e me deixaram aqui, será que foi ele com raiva? – Dizia Nick próximo a porta. - De uma coisa eu tenho certeza, que esse “ele” não sou eu. – Falei eu chegando de surpresa. - Nos trancaram aqui. - Impossível, eu tenho as chaves e... Cadê minhas chaves? - Que ótimo, agora você não sabe onde as deixou. - Calado, eu nunca me afasto das chaves, vem vamos procurar porque quero sair logo daqui. A gente procurou e nada, tentamos pedir socorro e nada, o jeito ...
«1234»