1. Tio me fodeu na cama de casal dele. Que tesão!


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: carlosanjo24, Fonte: ContoErotico

    Faz muito tempo que aconteceu o que vou relatar mas ainda hoje, quando lembro, bato umas punhetas gostosas. Eu tinha um tio (já falecido) que vou chamar de Sérgio para guardar a privacidade. Bom, tio sérgio era um sonho de consumo pra mim. Desde que eu era mais jovem e safadinho que adorava mamar os priminhos que eu tarava meu tio sérgio. Ele era casado com a irmã da minha mãe. O motivo da minha tara era principalmente porque ele nos reunia pra contar as histórias de traições dele. Não sei se eram todas histórias verdadeiras. De uma forma ou de outra davam muito tesão e rendiam muitas punhetas. Ele era muito safado mas nunca deu em cima de nenhum de nós. Só contava histórias de putaria. Essa distância dava ainda mais tesão, não sei se em todos, mas em mim, certamente.O tempo passou, fui morar com meus pais em outro Estado. Passei vários anos longe e nem lembrava da existência dele. Quando voltamos a residir na cidade, eu já estava com 25 anos. Confesso que já era um expert em dar a bundinha e mamar um bela pica. Apesar de adorar um macho me dominando, sempre fiz o tipo macho, isto é, sempre fui másculo e sempre namorei mulheres. Inclusive estou no meu quinto casamento. Mas não adianta, passo meses sem foder um macho mas de repente vem a vontade de dar o cuzinho aí fico louco e o tesão fala muito mais alto do que a razão.Quando voltamos fomos visitar vários parentes, entre eles minha tia e meu tio Sérgio. Ele continuava safado e apesar de estar bem mais velho, continuava ... muito tesudo. Juro que quando o vi, meu cu ficou molhadinho. Senti que ele me olhou de um modo diferente, literalmente me comendo com os olhos. Num determinado momento ficamos a sós na cozinha, que era meio apertada. Quando fui até a geladeira, talvez querendo me testar, ele passou e encostou a rola na minha bunda. Se foi teste, deu certo, pois me empinei na hora e me esfreguei nele. Ele viu que eu estava me entregando e sem falar nada alisou minha bundinha. Encostou ainda mais em mim e senti seu pau endurecer. Eu tava louco de tesão. Passados alguns minutos naquele esfregadinho, ele disse que se eu quisesse aquela rola toda socada em mim que eu viesse no outro dia pois era domingo e minha tia ia pra casa da minha avó e passava o dia todo lá. Juro que só de sentir ele falando no meu ouvido eu gozei na cueca. Falei meio engrolado que voltaria no dia seguinte. E claro, fui ao banheiro limpar a gozada.Passei o resto do dia totalmente ansioso. Acho que bati umas 5 punhetas. Não aguentava de tanto tesão.No dia seguinte, acordei cedo e disse que ia na casa da minha tia pois tinha esquecido minha bolsa lá. Cheguei, meio nervoso. Meu tio abriu um sorriso e me mandou entrar. Minha tia ainda estava em casa. Conversamos um pouco e ela, inocentemente, ainda sugeriu que eu ficasse conversando com meu tio e disse que tinha umas cervejas na geladeira.Foi incrível pois quando minha tia saiu, mal ouvimos o portão de fora fechar, meu tio sérgio pulou pra cima de mim e me deu um beijo profundo de ...
«123»