1. Dei 10 reais pro nóia chupar meu pau


    Encontro: 11/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: putodolitoral, Fonte: ContoErotico

    Perto de onde de trabalho, tem uns caras que fazem artesanato pra vender nas ruas. Geralmente eles usam mais drogas do que vendem o que eles fazem nas ruas. Dentre eles, sempre teve um que me chamava muita atenção. Ele era loiro, tinha barba e olhos claros, andava de boné e nem parecia que era drogado. No dia da festa do meu patrão, ficamos na empresa festejando até as 2 h da manhã.Ao término do festa, decidi pegar um taxi pra ir para casa, que ficava apenas a duas quadras de onde trabalho. Ao caminho pro ponto de taxi, eis que este cara me aborda.- oi, moçoNa hora tomei um susto e quase dei um grito. Ele gentilmente disse:- calma cara, só queria saber se tu tem um cigarro pra me arrumar, to sem dinheiro o dia todo e preciso fumar pelo menos um cigarro.Eu disse pra ele que eu não fumava e estava sem nenhum dinheiro ali, apenas o do taxi. Mais ele insistiu.- pow cara, to disposto a fazer qualquer coisa por um trocado. To agoniado ja rsDei uma leve pegada no pau, pra ver se ele entendia e caia ...
    fora. Ja estava morto e tudo que eu queria era dormir. Foi ai que ele disse:- Mano, não curto muito fazer essas coisas, mais se tu quiser nois vai ali no paredão e eu dou uma mamado no teu pau e tu me da uma grana o que acha ?No hora, olhando pra ele comecei a sentir um tesão e meu pau ja ficando duro, concordei e fomos pra um paredão atras de um matagal. Chegando la, tirei a pica pra fora e mandei o cara mamar.- mama essa caralho todo escuto? Bota tudo na boca e no final vai tomar minha porra entendeu ?- Dei um tapão na cara dele e soquei minha rola na garganta dele, fudi aquela boca e batia meu caralho na cara dele. Tava com tanto tesão que soquei com tanta vontade que gozei na garganta daquele nóia que engoliu a porra toda desesperado por uns trocados. Se limpou, eu tirei 10 reais da carteira e deu pra ele. Nunca vi um nóia tão feliz com dinheiro na mão hehe. No final de tudo descobri que ele tinha 21 anos, e que saiu de casa por dependência. Uma pena pois o cara não era de se jogar fora.
«1»