1. Provocando um presidiario ate ele gozar


    Encontro: 10/10/2017, Categorias: Heterossexual, Eu estagiando numa delegacia fiz um preso se masturbar e gozar pra mim, Autor: monica.devil, Fonte: CasadosContos

    Tenho desejos estranhos desde sempre lembro de um vizinho que tinha um retardo mental e sempre que brincava com a gente ficava de pau duro, ele era grande, gordão, e seu pau era na mesma proporção, enquanto minha amigas fugiam dele eu sempre gostei de provocar. Claro que na frente delas, na frente eu falava a mesma coisa que elas, mas quando ninguém via ai a coisa mudava. Era contente, ele encostava nas meninas e ficava com o pau duro, e sempre tava de calça de moletom então ficava ainda mais evidente. As vezes eu ia na casa dele e ficava brincando de sentar no colo dele, adorava fazer ele esporrar na calça toda, claro que ele me adorava mas eu dizia que ninguém podia saber de nada, nunca abriu a boca. Uma das brincadeiras mais gostosas era o “gato” mia, mesmo depois de grande brincávamos e sempre eu entrava com ele no guarda roupa e apertava bem minha bunda contra o pau dele, ele vinha querer passar a mão mas nessa hora eu dava um tapa e dizia “shiiu”, em geral eu tava sempre com calça de colégio coladinha, uma calça azul clara que deixava minha bunda bem empinada, varias vezes tive que ficar com a blusa amarrada na cintura depois da brincadeira porque o doidinho me deixava toda gozada atras. O tempo foi passando e comecei a masturbar ele, nunca transamos, mas dei muitas chupadas no pau dele, obviamente com muita dominação da minha parte. mas essa é uma outra história. Meu tesão por coisas proibidas vem assim desde sempre, lembro de um campo de futebol perto de casa que eu ... adorava ir escondida no muro atras do vestiário e assistir os homens tomando banho, minha vontade era de entrar lá e chupar pau a pau ate deixar todos saciados. Quanto mais feio e sujo mais tesão eu sentia, sei la o que é isso. Hoje em dia que sou estagiária de direito fico insana quando entro em delegacias e principalmente quando entro em presídios. Eles ficam ouriçados quando estou la dentro, costumo ir de calça social que me deixa de bunda empinada, sandália de salto alto ou scarpin, camisa aberta ou com decote para mostrar meus seios fartos, coloco um óculos para ficar mais série mas sei que isso acaba provocando mais tesão neles. As vezes vou sem calcinha imaginando que se um deles me pegasse e me visse sem calcinha iria me achar muito puta e iria me foder sem dó nenhuma. Várias tardes que estou lá no presidio costumo ficar estudando diante de algumas celas (selas separadas de quem aguarda um posicionamento da diretoria), fazendo anotações, e mais de uma vez vi os presos se masturbando. Confesso que a primeira vez que vi fiquei assustada e pensei em correr, mas depois percebi que não podem fazer nada a não ser ficar insanos, dai então passei a provocar, prendo os cabelos, solto, derrubo a caneta, fico de quatro pra pegar no chão, coloco a cabeça na boca e olho pra quem esta se masturbando e fico simulando leves chupadas. Claro que já peguei inclusive carcereiros se masturbando me olhando, mas me finjo de cega, e quando olho para eles só escuto ‘tudo bem doutora”. Adoro ...
«123»