1. Meu primeiro casal liberal


    Encontro: 10/10/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: Wallace48, Fonte: ContoEroticoComBr

    A história que vou contar e verídica, so vou mudar os nomes para preservar identidades. Meu nome e Carlos, desde meus 14 anos quando comecei minha vida sexual me identifiquei muito com a vida e comportamento liberal com o sexo, comecei a me interessar por mulheres e casais liberais pois isso me dava muito prazer, eu ja com meus 18 anos com minha vida bem ativa sexualmente ja me considerava um voyeur, vivia com os ouvidos atentos e atenção a tudo ao meu redor quanto o asunto era sexo, erotismo, e exibicionismo, ao lado de minha casa moravam um casal ja de meia idade com mais ou menos seus 35 anos que para mim ja eram coroas, um dia de manhã acordei com gritos e susurros e gemidos que se cualificavam de umas boas trepadas, minha visinha bem gostosa pedia gritando que enfiace fundo aquela rola no cu, dava pra se ouvir do meu quarto pois minha janela quase encostada na janela do quarto do visinho, com curiosidade me enchi de coragem saindo la fora pelo corredor não me aguentando de tesão pulei o muro do vizinho para espiar pela janela deles, com geitinho subi encima de uns tijolos para dar altura e me deparei com uma cena de tirar o fôlego, vi minha visinha de quatro toda arreganhada na beirada da cama e seu marido Antonio em pe bem posicionado socando a rola no cu dela que gemia de praser, eu na euforia, nervosismo e tesão tentei tirar meu pau que estava duro pra fora do short pra bater uma punheta olhando aquela cena, me desequilibrei de encima do tijolo que cheguei a cair ... fasendo barulho, assim meu visinho olhou pela janela e me flagrou com meu pau duro na mão que com medo sai correndo sem dar tempo a ele diser nada, nossa!! aquela manhã foi meu pior dia de minha vida pois não sabia oque iria acontecer depois, lembro que fiquei o dia todo dentro de casa sem dar as caras na rua com medo de que meus visinhos me visem. Quando chegou a noitinha la pela 19 horas meu visinho me chamou para conversar, fui ja preparado para ouvir tremendo esporro, mais foi logo me comprimentando com educação e me perguntando que o que eu tinha visto pela manhã eu tinha comentado com alguem, falei que não, que fiquei em casa o dia todo, meu visinho me perguntou se o que eu tinha visto eu tinha gostado que pelo que ele viu eu estava me masturbando e pediu para eu responder a verdade sem medo que ele não iria me repreender, ai com coragem respondi que sim, que gostei e que por isso ei ia bater uma punheta que para mim e como se estivese vendo um filme porno, ele riu e me perguntou o que eu achei da atuação da sua esposa se eu tinha gostado, respondi que sim, ele me contou que com sua esposa eles faziam de vez equando uma festinha privada com amigos pra curtir um gostoso sexo e troca de casais e me perguntou se eu gostaria de participar, eu gaguejando e nervoso respondi que sim, ai ele de imediato me convidou para sua casa para conversarmos melhor ele sua esposa e eu, assim que entrei sua esposa estava no sofa da sala vendo tv bem a vontade com uma blusinha fininha sem sutiã ...
«123»