1. Biscatinha do banheirão


    Encontro: 10/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: fernandofelix, Fonte: ContoErotico

    Blz rapaziada?!! Sou o Fernando e venho aqui contar mais uma foda que tive nessa minha vida! Moro no interior de Mato Grosso, terra boa de se viver! Altos causosss! Vamos ao contooo!Não sou assumido pra sociedade, somente para alguns amigos, gosto de viver assim ate pq ninguém é obrigado a nada (hehehe). Meus amigos que são heteros me respeitam muito e zoam demais com a minha cara quando conto algumas de minhas aventuras, adoram me chamar de biscatinha da cidade... Ai eu tenho que responderrr “Sou muito biscate sim!!” kkkkk,é uma zuação sem fim! Na cidade tem vários points, a gente sempre começa a beber pela cidade e no fim eu acabo num desses barzinhos do povão! Eu adoro isso! Numa dessas aventuras de fim de festa parei num barzinho lotado de homem, estava sozinho e parei pra tomar algo, como já conhecia a dona do estabelecimento fiquei conversando com ela e vendo as pessoas do lugar. Pessoal muito animado, todo mundo bebendo e dando rizada... eu flertando uns carinhas que estavam por lá, nada sério. Resolvi ficar na minha. No bar tinha um cara alto e forte com um boné vermelho, de longe ele ficou me olhando e eu comecei a me interessar por ele. Sempre dando uns risadinhas pra mim mas parece que tinha medo de chegar pq estava com uns amigos, que acho que não eram do babado. Nesse meio tempo eu resolvo ir no banheiro dar uma mijada, cheguei lá em um cara já loco na cerveja entra junto comigo querendo utilizar o banheiro pra cherar um pó, aff meu coração gelou. Já pensou se a ... policia bate lá na hora? Eu ia preso! Não que eu já não tivesse visto isso nos banheiros porai, mas o cara era um mal encarado do caralho! Fiquei esperando ele cherar o pó dele pra mijar, soq nesse tempo o morenão viu que esse cara entrou comigo e foi no banheiro também pra ver se estava tudo bem. Chegou lá e me perguntou se estava tudo certo, eu só balancei a cabeça dizendo que sim. O cara da noia disse “Fica frio cara, só tô dando um taco e já vou sair” o morenão forte e gostoso com um sorriso lindo ficou ali comigo esperando o cara sair, ate me senti mais seguro. Assim que o cara saiu o fortão fechou a porta e perguntou se estava tudo bem eu disse que sim, ele disse que conhecia o cara e que ele era perigoso, eu disse “Aff, ainda bem que vc tava aq” ele só riu, me cumprimentou perguntou meu nome e eu falando enquando tirava a agua do joelho. Me disse que tinha me achado bonito e já foi logo pegando no meu peito, eu como não estava ne ai com a coisa deixei ele chegar. E conversa vai ele logo tira o pau pra fora... uma jeba! Disse assim “ a gente não tem muio tempo, e eu quero aq mesmo” eu assustei mais como o tesão já tinha me envolvido já abaixei e comecei a chupar seu cacete que cresceu mais na minha boca, chupei tudooo, ele fodia minha boca dizendo putaria e dando leves tapas na minha cara e eu adorando, mais preocupado com alguém q poderia estar lá fora, chupei com gosto e logo ele me diz que queria me comer e que seria r[ápido, me colocou com as pernas abertas, um pé ...
«12»