1. O namorado da minha prima me comeu gostoso!


    Encontro: 09/10/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: gauchacxs, Fonte: ContoEroticoComBr

    Olá! Quem leu meu conto do ônibus, sabe que passei uma temporada na casa de minha prima em Porto Alegre. Ela tinha um namorado, todo bonito e sarado. Desde que o conheci achei ele bonito mas não tinha nenhum interesse. Um dia eu pensando estar sozinha em casa, tomei banho e fiquei só de toalha e calcinha. Fui até a cozinha preparar um lanche e quando estou voltando pro quarto, encontro o Fernando parado no meio da sala. Levo um susto pois não sabia que ele estava em casa. Ele diz que minha prima saiu e ele ficou no quarto dormindo. Eu respondi que tudo bem e que eu iria para o meu quarto, pois estava constrangida de estar só de toalha. Quando eu ia passar por ele pra ir pro quarto, ele veio pra cima de mim me puxou pela cintura e cheirou meu pescoço: – Nossa eu adoro esse teu perfume. Ele disse. Eu comecei a empurra-lo e pedi pra ele parar, mas ele era forte demais. Apertando o corpo dele contra o meu e me beijou. No começo eu resisti mas ele insistiu e eu fui me entregando àquele beijo cheio de desejo. E, nossa! Como ele beijava bem. A boca dele devorando a minha me deixou louca de tesão. Esqueci completamente que aquele homem delicioso era da minha prima e me entreguei pra ele fazer o que quisesse comigo. Fomos nos beijando e acariciando até o meu quarto. Nos afastamos e ele puxou minha toalha me deixando só de calcinha. Olhou para o meu corpo, mordendo o lábio inferior, me comendo com os olhos. Voltamos a nos beijar e eu comecei a tirar a roupa dele. – Eu sabia que por ... baixo dessa carinha de santa havia uma putinha safada. Vem gostosa, vem chupar meu pau, chupa bem gostosinho, ele dizia. Tirei a bermuda dele e o pênis já estava ereto duro como pedra, não era grande mas era grosso, cabeçudo. Eu sei que essa tua boca gostosa gosta de chupar uma rola. Vem vadia, vem minha putinha. A forma como ele falava comigo me deixava excitada. Ele me fez sentar na cama, agarrou minha cabeça e já foi enfiando o pau pra dentro. Tentei pedir calma mas ele não dava trégua. Segurei o pau dele com as duas mãos e ia punhetando e chupando. Ele me pegava pelos cabelos e empurrava minha cabeça pra baixo e pra cima. Quanto mais ele se excitava, mais empurrava minha cabeça. Eu vou foder bem essa boquinha linda, pra ela nunca mais esquecer o que é um boquete de verdade. Eu vou gozar e quero ver essa tua cara cheia de porra. Eu sei que você gosta desse leitinho aqui. Toda puta gosta. Quando já estava gozando ele tirou o pau da minha boca e esfregou no meu rosto, me lambuzando toda. Aquela porra quente escorria pelo meu rosto indo até a boca. Ele passava a pica no meu rosto e seios. A minha vontade era de lambuzar o meu corpo inteiro com aquele liquido gostoso. Ele me empurrou pra que eu deitasse na cama ainda com as pernas pra fora. Ele chupou, lambeu e beijou meu corpo, mamou nos meus seios, puxava, torcia e apertava meus mamilos me fazendo sentir um misto de dor e prazer. – Agora quero ver tu gemer bem alto, bem gostoso. Vou chupar essa bucetinha gostosa que eu tanto ...
«12»