1. Férias com o pai


    Encontro: 08/10/2017, Categorias: Filha, Pai, Incesto, Heterossexual, Autor: Fer, Fonte: CasadosContos

    Meu nome é Fernanda e tenho 20 anos. Desde a separação dos meus pais quando eu tinha de 13 para 14 anos, sempre nas minhas férias escolares passava no litoral na casa do meu pai. Um moreno forte e muito bonito e segundo minhas amigas, muito gostoso, muitas chegaram a confessar pra mim que daria tudo para transar com ele, até pediam para que eu desse uma ajudinha, porém nunca levei a serio. Chegou minhas férias fui para a casa dele, chequei lá pelas 20hs, cumprimentei meu pai com um longo abraço que ele fez questão de retribui, beijando e me acariciando. E desta vez me fez elogios do tipo: como você está bonita , mas moça, mais mulher, gostosa. Quero dizer que eu e meu pai nunca tivemos censura entre nós, sempre me trocava do seu lado, cresci fazendo isso, achava normal, pois ele nunca fez nada comigo, até mesmo quando ele se trocava também do meu lado, tanto ele como eu nunca ficamos completamente nus, quero dizer que eu jamais tinha visto seu pau, assim como ele a mim. Ficamos conversando, tomando uma bebida gelada, enquanto desfazia minha mala, e arrumando no guarda roupa. Mesmo com meu pai ali do meu lado já fui tirando minha roupa, fiquei somente de calcinha, entrei no banheiro para tomar um banho. Nem dois minutos que eu estava debaixo do chuveiro ele foi entrando e tirando seu short. - Posso entrar ai com você? Vendo aquele homem moreno alto e com aquele pinto que já era grande nitidamente crescendo; senti minhas pernas tremendo... Quando ele me abraçou por trás ... segurando meus seios e cutucando minha bunda com seu pinto não senti um pingo de vontade em recuar... Pelo contrário; fui deixando rolar que não pensei duas vezes pra levar a mão pra trás e segurar seu pau que já estava duríssimo... Tateei sentindo além do tamanho a grossura. Ele me virou de frente pra ele e foi com a boca no meu peito e a mão na minha xota... Quando ele enfiou seu grosso dedo na minha buceta. - Ui! Ui! Ui! Noooossa pai... Assim você está deixando minhas pernas bambas! - Vamos lá pra cama? Passei a mão na toalha e fui me enxugando rapidamente enquanto ele fazia o mesmo... Sabia que tinha chegado a hora de ter a pica do meu próprio pai na minha buceta e eu estava eufórica pra que isso acontecesse logo. Deitei na cama já com as pernas abertas e viradas pra ele... Estava adorando poder me comportar como uma putinha pra ele: - Vem pai... Vem meter na bucetinha da sua filha; vem? Ele subindo de joelhos sobre a cama segurando sua enorme pistola. - Até alguns dias atrás, jamais poderia imaginar que um dia ia transar com você. Ele botou o pau na minha buceta e fui empurrando me fazendo ficar por alguns segundos sem fôlego sentindo sua trolha alargando minha buceta. - Aaaaah! Aaaaaaah! Empurra pai; empurra tudo!.... Hummmmmm! Me fode com força pai!... Além de ter uma piroca duas vezes maior e muito mais grossa do que estava acostumada, suas violentas socadas me faziam gritar feito uma louca descontrolada. Ele passando seus braços por trás das minhas costas e procurando minha ...
«123»