1. Festinha de Carnaval


    Encontro: 07/10/2017, Categorias: Grupal, Autor: Gabriel Nunes, Fonte: ContoEroticoComBr

    A historia desta vez aconteceu recentemente no carnaval de 2014, eu estava trabalhando nos desfiles das escola de samba de são paulo, quando ao passar uma escola de uma torcida organizada, uma morena linda que vinha na primeira fila da bateria olhou pra mim e sorriu, na hora não a reconheci mas logo lembrei que ra uma pessoa com quem tinha ficada anos atras. Terminando o desfile la vai eu na dispeção da escola e ao econtrar ela já sem a fantasia, estava de calça leg um tesão de mulher, conversei 10 minutos pois tinha que voltar ao trabalho quando, ofereci um para de ingresso do camarote de um amigo, ela de pronto aceitou, pensei que ela iria levar seu namorado, mas ela falou vai eu e uma amiga, mas você vai lá tambem né, respondi mais tarde passo lá. Quando faltava apenas uma escola para passar eu fui até o camarote, pra minha surpresa estava só ela a maiga e a moça que estava trabalhando como garçonete, uma loirinha muito gostosa, perguntei cade o Marcos, ela de pronto respondeu saiu daki falando que iria para o motel, com as meninas, eles estão muito doidos, pois na madrugada rolou muita bebida e algumas drogas, mas ela não havia usado nada, então fiquei vendo o ultimo desfile no meio do desfile já estava na maior pegação com ela, a amiga e a garçonete só olhando eu dando varias dedadas nela. Quando falei vamos embora, ela então ofereceu uma carona pra moça até o metro, no carro já a caminho do metro ela mesmo falou pra garçonete, e ai você vai embora, ou quer ir pra ... festinha com a gente, afinal eu gostei de você virou e deu um beijo na moça, a loirinha meio sem graça disse prefiro ir embora afinal jaja tenho que tá aqui de volta. Com tanta insistencia a loirinha cedeu e fomos os 3 para o motel, chegando lá tava mó putaria no banco de tras as tres pelada uma siricando a outra, fechei a garagem e entramos no quarto, a loirinha mais timida falou agora você tá fudido, vem aqui já foi arrancando minha calça, a minha amiga disse vai com calma pra não se assutar, mas loirinha abaixou a cueca meu cacete latejando pulo pra fora assustando a pobrezinha que nunca deve ter visto um pinto tão grande, mas não deixou quieto e já foi pegando e chupando, mau cabia na sua boca quando a amiga foi e pegou meu pau e chupou como chupa um sorte lambuzando ele todo enquanto isso rolava uma chupa entre as duas que sobraram, eu já louco de tesão peguei minha amiga e abri bem as pernas dela e fui enfiando naquela buceta que já estava completamente molhada, foi uma delicia soquei com força a loirinha meio assustada não acreditava na força que colocava o pau pra dentro. Quando peguei a amiga e coloquei de 4 meu cacete quaze não entro na buceta dela de tão apertada que era. A loirinha chupando minhas bolas foi quando a amiga gozou eu peguei a loirinha ai ela disse não quero essa cobra dentrro de mim você vai me arrombar, eu fui com calma só empurrando acabeça quande entrou tudo ela gritava de dor e gemia ao mesmo tempo, rapidinho ela gozou, ai foi a hora que a amiga e a ...
«12»