1. 3 Lados do Amor


    Encontro: 06/10/2017, Categorias: descobertas, Lésbica, Primeiro amor, Lésbicas, Gays / Homossexual, Autor: Letícia Lolita, Fonte: CasadosContos

    A história que vou contar começa em um velório, meio mórbido não acham, mas é importante, e peço que tenham paciência, esse não é só um conto erótico, mas um romance, alguns fatos baseados em fatos reais outro da minha imaginação, espero que gostem. Pois bem, vamos aos fatos. A jovem Nicole não conseguia entrar em casa, não aguentava ver sua mãe naquele caixão, não era assim que ela queria lembrar-se dela. Nunca chegou a conhecer seu pai, não tinha parentes próximos, sabia que, em uma hora Dona Marta e o oficial do Juizado iriam leva-la para um abrigo. Nicole olhava para o chão, pensava em mil coisas, não notou que sua colega do colégio, Taís, acabara de chegar. - Oi Nicole! – Falou Taís, sentando ao seu lado. Nicole ficou surpresa com a presença da colega, nunca foram amigas, sempre achou a Taís muito metida, até já tiveram birras na escola, mas veio dar seu apoio. Diferente dos que dizem seus amigos, que nenhum telefonema fizeram, preferiu pensar que estavam viajando devido as ferias. -Oi Taís! - Perdi meus pais a dois anos, é uma droga. – Taís abraça Nicole, fazendo a moça desabar no choro. Ela a primeira vez que tinha chorado desde que tudo aconteceu. Taís ficou junto da Nicole todo tempo, Nicole encontrou em sua colega de sala, uma amiga inesperada nesse momento. Quando tudo acabou, os amigos de sua mãe foram embora, ficando só Taís, Dona Marta a dona do abrigo e Sr. Heitor o oficial do juizado, ele iria ajudar nos papeis. - É longe o local, onde você vai ficar? - É ... aqui no bairro. - E a escola? - Falei com Dona Marta, vou continuar estudando lá. - Então qualquer coisa ligue pra mim... Pode conta comigo, você tem meu número? - Tenho sim. - Eu já vou, meu vô já chegou. - Nicole deu um ultimo abraço em Taís, um abraço terno, era o que mais precisava nesse momento. Do Marta a levou para o Centro de Apoio Senhora Marta, onde ela ficaria até completar seus dezoito anos, onde poderia administrar o dinheiro deixado pela sua mãe. Quando entrou percebeu que o local era só de meninas, na entrara tinha oito garotas, entre seis a doze anos. Dona Marta explicou que as garotas maiores estavam na escola. - Das maiores só Bruna estar, ela pegou suspenção por causa de briga. – Falou Dona Marta parecendo estar triste. - Sinceridade, essa menina deveria ir para um reformatório. – Falou uma senhora gorda mal e encarada. - Nicole, essa é senhora Inês, ela é a cozinheira daqui. E por favor Inês, todos merecem uma chance, a Bruna tirar notas boas, e sempre foi dedicada. Ela só esta passando por uma fase. - Hum! essa garota já teve varias chances! – A velha deu de ombros, e saiu resmungando. - Não ligue pra Dona Inês, esta caducando. – falou a ultima palavra baixinho. Nicole só ouvia, sem falar nada. Dona Marta mostrava todo lugar, banheiro, refeitório, sala de recreação, e por fim os quartos, no total cinco quartos. Quando entrou viu seis camas, em uma delas estava uma garota deitada. Nicole deduziu que seria a Bruna. Sentiu um pouco de receio, tinha medo de a ...
«1234...»