1. Como tudo começou! Eu submisso! continuação II


    Encontro: 06/10/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: cornoepassivo, Fonte: ContoErotico

    Assim que aceitei a proposta da Camila de transar com uma travesti, a final meu cuzinho não parava de piscar, escolhemos uma loira espetacular, só acreditavamos que era travesti pois era um ponto conhecido! tinha quase 1,80, seios perfeitos a mostra cobertos por uma fina e transparente blusinha preta, abdome esculpido e pernas perfeitas! Usava ainda um shortinho de couro preto que mostrava um bom volume na frente e uma bela bunda atras! Já ia descendo do carro quando Camila me mandou sentar pois ela mesma iria conferir aquela deusa e combinar o programa! Quando desceu e se aproximou usando aquela roupa de puta, a travesti falou pra ela dar o fora, que aquele ponto não era pra putas! Minha namorada esbravejou dizendo que era sim uma vadia, más não era puta, que só transava por prazer e ainda disse que estava ali interessada em um programa! Aquela deusa loira mudou de cara e fez o rosto mais angelical que ja vi! Camila então explicou que tinhamos saído de um motel com tres garotos e como ela não deixou seu maridinho dar pra nenhum deles, que eu estava louco por um pau, e como ela estava satisfeita, queria um só pra mim! Acertou o preço e então me chamou! Desci, fui apresentado a Natasha e então pude ver de perto o espetáculo que era! Ela me vendo com a coleira ainda disse que eu era um corno obediente e que era cachorro com dono! Camila me mandou ajoelhar e esfregou minha cara no pau daquela deusa e mandou que eu dizer o que eu queria! Disse então que queria aquela deusa, e ... que queria me acabar naquele cassete! AS duas riram, disseram que eu era uma cachorra faminta, Camila tirou aquele pau enorme pra fora e colocou na minha boca! Mau senti ele na minha boca e fomos advertidos por Natasha que era melhor sairmos dali! Me levantei, agarrei aquele pau e fui puxando até o carro! Dessa vez fui atras com ela e Camila dirigindo e ainda me disse que como eu tinha sido muito obediente, seria minha vez de comandar as ações, me beijou, tirou minha coleira e colocou nela e entendi perfeitamente seu recado! No caminho de volta ao motel, agarrei aquela perfeição, beijei aquela boca molhada, apertava e chupava os seios mais perfeitos que ja tinha visto, mordia seu pescoço e barriga arrancando suspiros dela! Mordi seu pau sob o short e tirei de lá! Me senti hipnotizado por ele e comecei o boquete mais prazeroso da minha vida! Enfiava inteiro na boca, era lindo, grande, grosso, babava nele, lambia toda a extremidade e dava leves mordidas na glande! Ela urrava de prazer, dizia que eu era um bezerrinho guloso, ecxpert na arte de chupar! forçou minha boca e passou a fodê-la com força e logo despejou jatos de porra na minha boca! Eu estava alucinado, engoli o que pude e o que vazou pelo canto da boca foi limpo por ela num beijo delicioso! Quando chegamos ao motel mandei a Camila abrir a porta, saí abraçado com minha deusa e puxei Minha namorada pela coleira! Ao entrarmos no quarto deitei na cama, e assim como minha namorada fez comigo horas antes, pedi que tirasse a ...
«123»