1. O Gato Apaixonante Cap.3


    Encontro: 06/10/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Amor, garotos, Homens, História, Amigos, risadas, procura, Gato, café, Romance, fofo, Autor: Gustavinho, Fonte: CasadosContos

    Cap.3 No dia seguinte iria parar para procurar o Leo. Mas enquanto isso, estava com aquele garoto na minha casa. Não sabia de onde ele vinha, não sabia o que ele tinha, não sabia porquê ele não falava comigo. -Garoto, você precisa ao menos me dizer de onde vem, se tem família... Vai que tenha alguém procurando você... Como essa pessoa vai saber ? - durante alguns segundos ele ficou quieto, me olhando. Ergueu o olhar, me olhou nos olhos... Então de repente segurou minha mão, puxou e levou até o seu coração. Fiquei olhando para ele, sem entender – o que você quer dizer com isso ? Que você vive com o seu coração ? - ele concordou com a cabeça – então quer dizer que você vive sozinho – novamente ele balançou a cabeça - hum, entendi. Mas, sei lá, de que nome irei chamar você ? Garoto é muito estranho... - ele olhou nos meus olhos - você tem cara de Pedro ! Vou te chamar assim - ele sorriu. TEMPO DEPOIS Quando comecei a ficar com sono, comecei a bocejar no sofá. - Acho que já está na hora de nós irmos dormir... - falei, bocejando - vamos dormir... - Me pus de pé. Olhei para aquele garoto, olhei para o sofá. Ele não caberia ali - vem, venha dormir no meu quarto, vai ser mais confortável. - ele apenas me acompanhava. Era estranho não ver ele falar uma palavra. Mais parecia um robô que mexia os olhos e andava sozinho. Arrumei a cama, tranquei a porta, guardei as chaves e me deitei. Não demorou muito e peguei no sono. NO DIA SEGUINTE Acordei com o forte sol nos meus olhos. O dia já ... havia raiado e eu já me espertava para mais um dia. Logo quando abri os olhos, senti falta do Léo. Quase toda manhã o via do meu lado, olhando para mim. E dessa vez, quando olhei para o lado, vi Pedro olhando para mim. - EI ? Desde que horas você está acordado ? - ele não falava nada, apenas me olhava. Apenas acariciei o cabelo dele bagunçado - vá tomar banho, eu vou fazer o café - ele me olhou de cara feia - nem adianta, não vou deixar você comer com esse cabelo bagunçado. E dessa vez não vou ajudar você. É só ir para o banheiro e tomar banho. - me levantei e deixei ele no quarto. MINUTOS DEPOIS Terminava de colocar a mesa quando vi ele saindo do quarto, com uma camisa enorme que cobria todo o seu corpo, e com o cabelo todo bagunçado, porém dessa vez limpo. - Você não tem muitos hábitos pela manhã, não é ? - ele pareceu ficar envergonhado - vem comer, tem várias coisas gostosas aqui que eu tenho certeza que você vai gostar - ele veio rapidamente quando viu o que eu havia preparado. E tão rapidamente começou a comer. Por alguns minutos eu fiquei o olhando. Algo me dizia que ele havia sofrido muito na vida... E é por isso que era tão estranho assim, não falava muito e não gostava de banho. MINUTOS DEPOIS Sentei me a frente do computador para fazer um cartaz para espalhar por aí, avisando sobre o sumiço do Léo. Escrevi, e na hora de escolher fotos, fiquei olhando de uma por uma. Diversas fotos que eu tinha com ele, em diversos lugares. Não demorou muito e eu comecei a chorar. Já ...
«12»