1. Voltando à essência – Cap. 10


    Encontro: 05/10/2017, Categorias: Incesto, Autor: betoson, Fonte: ContoErotico

    Acordei e meu tio ainda estava na minha cama. Esfreguei meus olhos e ele não sumiu da minha vista, ainda permanecia ali.- Bom dia – disse ele após abrir os olhos. – Você está a quanto tempo me encarando desse jeito?- Não muito. Acordei, te vi aqui e não acreditei.- Decidi ficar aqui por nós.Eu o beijei e saí da cama para o banheiro. Instantes depois ele apareceu, totalmente nu e entrou no box. Me puxou para si e me beijou demoradamente debaixo da água que caía sobre nós.- Vou sentir saudades disso – ele sussurrou.- Eu também.Ele saiu do banheiro primeiro dizendo que ia começar a arrumar as coisas. Eu senti vontade de chorar, mas segurei.Depois de me arrumar para o colégio, fui até o quarto dele.- Já vai? – Ele perguntou assim que me viu.- Sim. A primeira aula começa daqui a pouco.- Quer que eu te leve?- Não precisa se incomodar. Você vai embora às sete da noite, então te vejo mais tarde.Ele largou o que estava fazendo, caminhou até mim, me puxou para dentro do quarto, fechou a porta e me beijou outra vez. Ele segurou meu rosto enquanto eu retribuía e depois me abraçou. Não dissemos nada um ao outro e eu saí do quarto após o longo abraço.Após a apresentação do trabalho de Inglês que foi um arraso e durante as demais aulas, eu não conseguia pensar em outra coisa que não fosse meu tio. O sabor de seus lábios, a sensação do seu toque, e o calor do seu corpo estavam registrados em minha memória. Eu as revisitava várias e várias vezes mentalmente, passando as cenas dos nossos ... encontros sexuais em minha cabeça como cenas de um filme. Até que Miranda me tirou desses pensamentos, dizendo:- Alô! Terra chamando Ricardo.- Oi Miranda. Você falou alguma coisa comigo?- Alguma coisa? Falei quase a reza toda e você parecia estar em outro universo.- Desculpa, eu estou um pouco triste.- Não vai me dizer que ainda é por causa daquele ocorrido na sua casa.- Não. É outra coisa. Meu tio vai embora hoje pra São Paulo.- Sério que aquele gostão vai embora? Que pena amigo. Você gosta muito dele né?- Sim.Mais do que você imagina Miranda – pensei.- Fica assim não querido. Foco nas coisas boas. O gostosão do seu patrão que em breve vai ser seu namorado.- Sei não. O namorado dele apareceu por lá ontem, e o Fábio anda meio estranho comigo.- Sério? Que azar!- Dá nada. Nem estava criando expectativa em relação a ele e eu.- Nem para sexo?- Não. Mas, se rolar futuramente, talvez eu não negue.- Ah, eu que não negaria mesmo. Aquele deus do ébano. Me abana!Ri baixinho para não atrapalhar a aula de história.Na aula seguinte, a última do dia, de Redação com o professor Gabriel, lembrei do papel que ele me passara com o número dele. Ainda estava guardado comigo e fiquei pensando se realmente algum dia eu precisaria ligar para ele. Pensei em comentar com Miranda a respeito disso, mas não achei que fosse necessário naquele momento.Assim que a aula acabou, me despedi de Miranda, e me juntei a Ramón e o restante da galera para nos organizarmos para realizar o trabalho. O pessoal decidiu que ...
«1234...»