1. O “Pintinho” Do Meu Filho (Por Julia)


    Encontro: 01/10/2017, Categorias: Orgia, Incesto, Grupal, Autor: rodrigosacana78, Fonte: CasadosContos

    O “Pintinho” Do Meu Filho (Por Julia) Olá a todos. Me chamo Julia, e vou contar uma coisa bem louca aqui, mas que é real e me fez mais mulher do que nunca. Eu tenho 35 anos e sou muito boa de corpo, morena com 1,65 e 50 kg, falsa magra com seios siliconados e bunda redondinha, advogada bem sucedida e tenho 2 filhos, um de 18, o Flavio, tesudo e com corpo muito bem feito, ele é atleta, e um de 16, o Vitor, esse magro mais estilo nerd, com óculos e tudo. Obviamente, o Flavio é um pegador nato, com sua namorada, a Sandra, uma delícia de ruiva com 1,70 e 60 kg, muito legal, 21 anos e terminando psicologia, e eles tem uma relação aberta, eu nunca entendi bem isso, mas se eles são felizes assim, eu concordo. E jamais pensei no acontecido, nas vias de fato, faz 1 mês e minha xana molha ao pensar. E o Vitor arrumou uma namorada que ninguém gostou muito, ela é uma pessoa arrogante e gosta de ser melhor em tudo, Lívia seu nome, outro problema é que ela tem 20 anos, e nós todos imaginamos que isso seria o fim quando acabasse. No vou detalhar como ela é aqui, nem vale a pena. E faltou a Alice, a mulata que trabalha conosco, que tem um corpo negro delicioso, seios à parte, bunda enorme e tudo durinho, até eu imaginei dar uns pegas nela, uma delicia de 40 anos, me ajudou a criar meus filhos, que não tem pai, por assim dizer. E tudo ia bem, até o Vitor contar todo feliz que tinha perdido a virgindade com ela, nós não tivemos muita reação, mas eu tinha o instinto de mãe que iríamos ter ... problemas. O Vitor sacaneou ele, zuamos um pouco, mas uma semana depois veio a bomba: Ela traiu ele em uma festa e terminou com meu filho, e ainda humilhou ele dizendo que ele tinha pinto pequeno (claro que quem me contou isso foi a Sandra, que estava com o Vitor e o Flavio na festa). Filha da puta, humilhou meu filho, e ele não me contou tudo, claro, mas seguiram-se 2 semanas de depressão, meu filho com cabeça baixa e dentro do quarto. Enfim, foi assim que começou uma virada alucinante. Fomos um final de semana a um sítio que um amigo me empresta as vezes, todos os 5. Na primeira depressiva noite, o Vitor ficou no quarto, e nós fizemos um churrasco, bebemos e começamos a falar de sacanagem, e quando a bebida fala mais alto, nos liberamos. A Sandra começou a contar, a nosso pedido, como era a relação aberta dos dois, a Alice foi ficando vermelha e ela por fim soltou, já tinha dado uns pegas na Alice, que quis parar por aí... E eu bêbada como estava soltei em alto e bom som: - Com esse corpo aí, quem não quer dar uns amassos, não é??? Todos riram, mas eu pensei realmente, minha vida sexual estava um lixo, eu tinha dois amantes no emprego, ambos casados, e isso me incomodava realmente, e eu estava molhada ali, mas meu filho junto... Eu decidi ir dormir, sem antes um comentário sonso da Sandra, que disse: - Julia, acho que eu e a Alice podemos dar um jeito no tal pinto pequeno do Vitor... - Que isso, menina, não perdoa nem minha amiga aqui, nem meu filho... Sossega essa buceta... Só ...
«1234»