1. Com apenas um olhar - 13


    Encontro: 30/09/2017, Categorias: Música, Romance, Beijo, churrasco, Amor, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Benji, Fonte: CasadosContos

    Não me importo. -Falou. -Me responde uma coisa, como é beijar outro homem? -Perguntou. -Normal. -Respondi sorrindo. -Deve ser a mesma coisa que beijar uma mulher, eu nunca beijei então não sei também. -Falei. -Porque você quer saber? -Perguntei de brincadeira. -Só curiosidade mesmo. -Falou. -E, se eu, por acaso, quisesse te beijar, você me beijaria? -Perguntou. Fiquei mais envergonhado ainda. -Que pergunta é essa. -Falei depois de um tempo em silêncio. -Responda minha pergunta. -Falou sério. -Acho que si... -Não tive nem tempo de terminar, porque ele me beijou. Cap 13 No começo fiquei estático, mas depois fui correspondendo o beijo dele. Nós beijamos por um minuto mais ou menos, até que eu parei pra respirar; -Oque foi isso? -Perguntei. -Você ficou louco. -Falei me levantando. Ele estendeu a mão pra eu o ajudar a levantar. Depois que ele ficou em pé, fui soltar sua mão pra me afastar, mas ele não deixou e me puxou pra ficar junto dele. -Sai, me solta. -Falei empurrando ele. -Isso não podia ter acontecido. -Porque? -Perguntou sorrindo. -Alias, que beijo gostoso. -Falou. Você é meu patrão. -Falei nervoso. -Ai Meu Deus, não acredito que isso aconteceu. -Empurrei ele e sai de perto. -Relaxa cara, não vai mudar nada não, você continua trabalhando pra mim. Lembra que eu falei pra você esquecer que eu era seu patrão enquanto estivéssemos aqui. -Falou me procurando com o braço. -Então, vem aqui, por favor. Vai dizer que não gostou do meu beijo. -Não é isso, é que, é... -Eu não ... tinha nada a dizer. -Fica calmo. -Falou me abraçando, eu estava um pouco distante dele, mas ele deve ter descobrido aonde eu tava pelo som da minha voz. -Se você quiser esquecer isso a gente esquece, mas se não quiser, fique sabendo que eu não quero, e se quiser repetir não precisa nem perguntar. -Você é um louco mesmo. -Falei me deixando ser abraçado, ainda estava um pouco apreensivo. -Vamos lá pra dentro. -Fomos, chegando lá nenhum sinal da Joana, achei estranho. Logan comentou que esse horário passava um negócio na TV que ele gostava de "ouvir". Quando fui ligar a TV da sala, ele falou que queria assistir no quarto. Levei ele até lá; -Assiste aqui comigo. -Falou deitado na cama. Me sentei bem no canto, longe dele, mas ele me puxou e me agarrou. -A gente pode pelo menos ficar agarrados né? -Perguntou. -Tá tão frio. -Completou. -Logan, para é sério. -Falei. -Por favor Benji. -Falou ainda me apertando. -Eu to cego, você não pode me negar nada. -Tive que sorrir. -Coitado de você que pensa isso. -Falei parando de me mexer. -Coitado nada. -Falou sorrindo. -Viu, já tá até cedendo. -Eu não to cedendo nada. Só tô cansado. -Falei fechando meus olhos. Ficamos em silêncio por um tempo, só ouvindo o som da televisão. -Iae, você gostou? -Perguntou. -Gostei de que? -Rebati. -Não se faça de doido. -Falou me apertando com força. -Ai seu maluco, para. -Falei. -Gostei sim. -,Respondi envergonhado. -Claro que sim né, se você falasse que não ia ser mentira. -Falou se achando. -Você é um metido ...
«1234»