1. Meu melhor amigo - parte 2


    Encontro: 27/09/2017, Categorias: banho, banheiro, Amigos, melhor Amigos, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Rafa Duarte, Fonte: CasadosContos

    Acordei um pouco tarde, olhei para a minha cama acima de mim e Jonas não estava lá. Achei estranho, pois não esperava que ele se levantasse antes de mim, visto que devia estar de ressaca. Então me lembrei da noite passada, de o como eu havia o beijado e o chupado inteiro enquanto ele estava bêbado, e fiquei com medo dele ter lembrado de tudo pela manhã e ter ido embora por raiva de mim. Estava pensando que eu nunca me perdoaria se eu perdesse a amizade dele, quando ouço um baralho da porta se abrindo e vou até a sala ver o que é. Quando cheguei até lá, Jonas guardou rapidamente algo na mochila e se virou para me cumprimentar: - E ae cara, achei que a madame não ia acordar mais. - Que nada, você que acordou muito cedo. Aliás, que milagre você não estar na cama de ressaca. - Verdade, acho que bebi demais ontem né? - Demais? Acho que nunca te vi tão bêbado. Não imagina o trabalho que me deu. - Ah, deixa disso, cara. Você diz isso, mas no fundo sei que gosta de cuidar de mim haha. E olha, preciso te dizer, ninguém faz isso tão bem quanto você. Ele disse isso num tom de brincadeira, com aquele sorriso sacana tão característico, mas ao terminar a frase ele deu uma pegada no seu pau nada discreta, o que me fez ter um pouco de receio. Ele ficou me olhando, observando minha reação e eu fiz uma pergunta para quebrar o silêncio: - Mas fala aí, onde é que você foi a essa hora? - Comprar uma coisa, mas ainda não posso dizer o que é. - Eita, vai fazer mistério, é? - Não por muito tempo. E ... mais uma vez ele disse isso com um sorriso sacana no rosto, e outra pegada no pau, me deixando nervoso - Vou tomar um banho - eu disse -. Não precisa me esperar para tomar o seu café. - Na verdade, acho que vou tomar um banho também - ele respondeu. - Beleza, prometo não demorar. - Não, quis dizer que eu vou com você. A gente sempre toma banho junto no vestiário do futebol, não vai ser nada demais. Achei aquilo meio estranho, porque tomar banho no mesmo vestiário depois de uma partida era uma coisa, mas aquilo era diferente. Porém, não me opus, apenas me encaminhei para o banheiro e ele me seguiu de perto. Achei que seria um banho tranquilo como sempre, mas eu estava enganado. Assim que o Jonas tirou as roupas na entrada do box de frente para mim e eu o vi completamente nu veio em minha cabeça a lembrança de como eu havia chupado cada parte daquele corpo na noite anterior e meu pau começou a ganhar vida dentro da calça. Pensei em sair dali, mas ele poderia desconfiar de algo, então apenas me virei de costas e comecei a me despir. Quando terminei, meu pau ainda não havia abaixado por completo, então resolvi escovar os dentes de costas para o box enquanto ele iniciava o seu banho. Fiz de tudo para não olhá-lo pelo espelho, mas é claro que não consegui. Quando o olhei ele estava lavando os seus cabelos negros e lisos, por isso mantinha os olhos fechados, e eu me demorei um pouco observando a água cair pelo seu pescoço... pelo seu peitoral lago, barriga trincada, pelo caminho da ...
«1234»