1. Raro Amor Cap.27


    Encontro: 27/09/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Teens, Romance, Adolescentes, Amigos, Beijo, declarações, Autor: Bruno, Fonte: CasadosContos

    Eu: Adryan... Estava na escola mas nem parecia, a sala estava enfeitada de corações, as mesas estavam tudo organizado em um lado, e o meio estava vazio, exceto por uma cadeira, onde Lucas segurava o violão e Adryan um papel. Lucas começou a tocar, pensei que Adryan iria cantar, porém ele começou a ler o papel. Adryan: Bruno, sei que não fui um exemplo de namorado, sei que pisei na bola e que não te merecia, porém, antes de eu te conhecer minha vida era triste e sem graça, nunca amei ninguém como você, aliás se o que sinto por você é amor, nunca amei ninguém. Lembro-me quando eu entrei por essa porta, e você riu do meu nome, odiei, não vou mentir odiei muito ia avançar na sua cara, mas você pediu desculpas, e sei lá esse pedido de desculpa aliviou, foi como magica, me transformou rapidamente, e essa magica se chama amor, amor que eu guardo aqui na alma, você pode até perguntar: " Na alma ? " e eu com minhas singelas palavras respondo: " Sim porque um dia o coração para de bater ". Esses dias escutei o que eu nunca queria ouvir, escutei que um meio de mim iria viver em outro país, e eu chorei, chorei muito, podia até afirmar que tinha um olho nas minhas lagrimas, mas fazer o que ? Vou sentir dor ? Claro que vou, mas como um amigo meu um dia disse: "Saudades é o preço que se paga por bons momentos" E esse preço é caro. Eu aqui na sala me declarando é estranho, mas sabe é uma maneira de eu poder dizer " Eu te amo ", poder mostrar o que sinto, claro eu sinto muito mais que isso ...
    por você. Agora que eu noto, escrevendo tudo isso eu comecei a chorar, sabe eu sou meio chorão, e você meu garoto lindo, vai me ensinar a como viver com as idas e vindas da vida, juntos venceremos todas as barreiras que nos imporem. Por isso posso afirmar que Hoje, Amanhã e Sempre, vou te amar meu eterno menino valente. Ouvi aquelas palavras com a mão na boca, eu chorava, Adryan chorava, todos choravam. Lucas parou de tocar a musica e eu avancei para um abraço no Adryan. Eu: Amor desculpe. Adryan: Vida, só quer pedir uma coisa. Nos separamos. Eu: Tudo o que você quiser. Secava os olhos com as mãos. Adryan: Não me esqueça. Eu: Jamais vou te esquecer. Abraçei ele de novo. Adryan: Quero te dar um presente amor. Eu: Não precisa. Adryan: Precisa sim. Ele andou até a bolsa e tirou um buquê e uma caixa preta, se aproximou de mim novamente, se ajoelhou e disse. Adryan: Quer Namorar Comigo? Eu: Já namoramos amor. Adryan: Mas agora é oficial. Eu: Sim, claro que eu quero gato. Me entregou o buquê, era rosas vermelhas, da caixa restirou uma caixinha que continha duas alianças. Adryan: Posso? Eu: Claro. Na minha aliança estava gravado: " Príncipe Valente" Pedi para Milly segurar as flores e fui colocar a aliança nele, a dele estava gravado: "Príncipe Encantador" Ele retirou outra caixa, era a ultima, dela pegou dois colares os pingentes era um coração cortado ao meio. Adryan: Esse é o meu A para você. E colocou em mim. Eu: Então como agradecimento e muito amor fique com meu B. E coloquei ...
«12»