1. Iniciando a Puta à submissão (Parte 1)


    Encontro: 13/09/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: lekputao, Fonte: ContoErotico

    E ae, galera, quanto tempo, ne? Então, correria da vida. Já tava morrendo de saudades de publicar minhas putarias com vocês, bando de pervertidos. Como sabe sou um cara macho, 22a, discreto e curtem caras nessa vibe para serem submissos, escravos, propriedades minhas sem restrições. Cara encubadão, voz grossa, jeito de macho, mas que curte por uma calcinha e gemer para mim. Vou dividir essa história em partes, pois quero falar para vocês da adestração de um cara que conheci.Então, a gente a sabe que tem um monte de zé ruela na net, bando de bicho que não quer dar o cu, só quer ver se o cara é bonito e malhado e ficar de papo furado mandando nudes. Eu prefiro bater punheta do que dar lera para esses filha da puta curiosos. Mas dessa vez não, recebi um email de um cara entitulado "mandiscreto23", só de ver o título o pau ficou durasso, como disse me amarro em macho com jeito de macho. Vou transcrever para vocês o email:"e ae, lek putão meu mestre, de boa senhor? Fiquei viciado nos seus contos man. Eu sou mano discreto, jogo pelada, lekão dahora, bucetero kkk, mas me amarro em ser cachorra. Essa doidera começou quando eu comecei a me excitar com os gritos que o nosso técnico dava na hora do treino. Aquela voz de comando me deixava loco, por isso gozei muito te imaginando. Tou disposto a ser seu, seriao pow. Sou de aracaju tbm, 23a, macho, barba, namoro e pá. Mas quero ser teu man, rola?"Eu bati uma punheta só com o email. Respondi à cadela e mandei as diretrizes e ... perguntei se ele queria ser iniciado na submissão, ele topou. A primeira regra era sairmos juntos como brothers e talz. Nos encontramos, eu tava de tênis, jeans apertado sem cueca e camiseta, quando o vi o pau ainda cresceu. A puta tava com um shorts, chinelão, cabelo liso daquele tipo desgrenhado, usava óculos, como eu, camiseta nerd. Chamei por ele com o pau durasso, quando ele me viu soltou um "e ae, pow, demorô, seu fulero," e me deu um abraço, na hora que sentiu a vara o mano tremeu e começava a sua de tanto de tesão.Eu dei as diretrizes a ele: "Se liga, aqui é gnt broder, então vou mexer no pau para te provocar, tirar ondar com as mina, vou te deixar enciumado, te rebaixar implicitamente e você tem que ficar na sua, se segurando."Ele topou, mas toda vez que mexia no pau ele olhava. Eu paquerava as meninas e o mano ficava putinho. Foi quando ele disse: "pow, man, mas também c quer olhar para todas, eu to aqui pa tu.""cala boca, caralho! Vá no banheiro agora, dê um tapa na sua cara e volte para eu ver a marca"Mano, eu vi um sorriso insano na cara do lek, ele fez e lado direito do rosto dele tava marcadinho. Fomos para casa dele, no carro dele, ele tentou pegar no meu pau e eu cuspi na cara dele"Agora n, porra. Quem manda nessa caralha sou eu.""Desculpa, man""Man é o caralho, sou teu dono, viadinho""desculpa, senhor."Chegamos no apê dele e eu mandei ele tirar o cinto dele, e ele tava alegre. Foi quando eu disse: "Se na rua, tu me chamar atenção de novo, eu te fodo n, eu te ...
«12»