1. Renato & Elias Cap.19


    Encontro: 11/09/2017, Categorias: fofo, Romance, risadas, Conversa, apartamento, Paixão, assumindo, inacreditável, História, Homens, Amor, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Gustavinho, Fonte: CasadosContos

    Cap.19 NARRADO POR RENATO Sabe aquele momento que você fica completamente abobalhado ? Sem saber o que fazer, o que pensar, nada ? Fica completamente besta, submerso na emoção... Assim era eu... Não mexia um músculo. Parecia que o tempo havia parado ao meu redor. Eu não acreditei que tinha ouvido aquilo. -O que você falou Elias ? - ele sorriu, parou, respirou fundo... -Eu acho que... Eu estou apaixonado por você... - agora foi a minha vez de respirar fundo e me escorar na porta, eu não estava conseguindo acreditar naquilo. De repente, senti ele pegar na minha mão – me perdoa ?! Me perdoa por tudo o que eu te fiz ? Por todo esse tempo perdido, e por ter sido tão rude com você... A verdade é que só você me completa... Eu tomei ciência hoje, de que eu só sinto amor por você Renato... Foi por isso que eu fiz aquilo, aquele dia... Era por isso que eu estava tão confuso e perturbado esses tempos. A realidade é que eu gosto de você... - ele falou. -Mas, mas... - eu gaguejava, não conseguia nem formar uma frase. De repente então, ele me beijou. Foi um beijo forte, ardente, mas ao mesmo tempo sutil. Um beijo incrível, cheio de sentimento. Quando paramos, olhei nos olhos dele e não acreditava no que estava acontecendo. Era incrível e inacreditável... -Você tem certeza disso ? -Mais certeza do que nunca... É incrível beijar você...- falou, colocando um sorriso descomunal em meu rosto, como ninguém mais havia feito um dia. Voltamos a nos beijar em seguida, e aos poucos a coisa foi ...
    esquentando... NO DIA SEGUINTE Acordei com a forte luz do sol invadindo o meu quarto. O ar-condicionado deixava o mesmo totalmente frio. Quando abri os olhos, a primeira coisa que vi foi o rosto dele, dormindo feito uma pedra ao meu lado. A primeira coisa que veio ao meu rosto foi um sorriso, eu ainda não conseguia acreditar no que tinha acontecido. “Acho que estou apaixonado por você...” Esta frase circulou a minha cabeça diversas vezes. Parecia um dos diversos sonhos que eu tive. Ele nunca demonstrou nada, nunca deu chance para que eu pensasse que ao menos tinha alguma chance. E agora, de repente ele diz tudo isso e me faz tão feliz. Era inacreditável. Me aproximei dele, sorri. Desfilei os meus dedos pelo corpo dele, era inacreditável. Depois de anos ali, apaixonado calado, ele havia me retribuido. Contra tudo o que eu imaginava, contra o meu próprio eu, ele havia dito que era apaixonado por mim. Quando deslizei os meus dedos pelo rosto dele, ele acabou acordando. Desnorteado, porém logo um sorriso se formou em seu rosto -Está me observando ? -Estou... - falei, deitando minha cabeça novamente no travesseiro. -Porquê ? -Porquê eu ainda não acredito... Me diz que você não enlouqueceu ? - ele sorriu. De repente então se pôs sobre mim. -Eu estou mais lúcido do que nunca – falou, beijando o meu rosto – antes é que eu estava louco... - falou, deitando novamente na cama. -E, como vai ser agora ? -Bem... Acredito eu que nós devemos namorar... Eu não quero ficar mais um dia longe de ...
«12»