1. Entre Garotos segredo 01


    Encontro: 02/09/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Amigos, Amor, Sexo, Amizade, Autor: Alex, Fonte: CasadosContos

    E lá estava ele encostado no muro do pátio com um pé ao chão e o outro recostado, com aquele sorriso travesso no rosto, brinquinho de prata na orelha esquerda e um sorriso malandro no rosto rodeado por nossos amigos. Me aproximei cumprimentando a todos mas parece que quando nos olhamos parecemos que enxergamos muito além um do outro, nossos olhares brilham ao se encontrarem e nossos sorrisos denunciam dois meninos traquinas que parecem guardar algum segredo, que parecem querer aprontar alguma coisa. Danilo e eu nos conhecemos desde crianças e sempre fomos muito amigos, dividíamos tudo um com o outro, mais agora aos dezesseis anos parecem que nossos hormônios nos faziam ter sensações diferentes um pelo outro, aquele corpo moreno e torneado com alguns músculos nada exagerados mais bem formados justos a camisa de farda, aqueles bíceps estourando a manga da camisa, aquele pele dourada e pernas grossas justas a calça, e aquele instrumento que se revelava cada vez que falávamos putaria que dava sinal de vida e por sinal de ter muita vida pelo volume que formava.Eu não tinha muita diferença a única diferença era que ele tinha cabelos negros e ondulado e eu além de ter a pele branca e pálida era loiro, mais até nossa altura e corpo era bem parecidos, sua voz também era bem mais rouca que a minha. Nem percebi que enquanto os meninos ainda conversavam sobre diversas coisas, ainda estávamos ali sorrindo e com os nossos olhares fixos, pelo menos não até o sinal tocar nos trazendo de ... volta a nossa realidade. A aula passava tediosa como sempre e ele sentado ao meu lado sempre achava um jeito de chamar minha atenção, confesso que quando ele me tocava um misto de emoções e uma corrente elétrica parecia ultrapassar por todo meu corpo e começávamos as nossas brincadeiras ali rendendo boas broncas dos professores, eu sempre fiz a linha mais nerd enquanto ele sempre foi mais tranquilo no entanto sempre foi estudioso. Mais um dia de aula havia chegado ao fim e íamos conversando como sempre pelo caminho até que do nada começa chover e começamos a correr em direção a minha casa que era a mais perto, mais a chuva começa a ficar cada vez mais forte e quando percebemos já estamos todo encharcados mesmo, então como duas crianças começamos a brincar ali, afinal eu sempre acabava embarcando nas aventuras dele. Finalmente chegamos e corremos para dentro de casa, subimos até meu quarto onde fui atrás de duas toalhas para nos enxugarmos e nos livrarmos daquele resfriado, ao voltar e olhar para ele todo molhado pude notar seu corpo naquela camisa agora transparente colada mais ainda ao seu corpo, já havíamos nos visto sem camisa mais a ocasião me chamou mais atenção ainda e confesso que por um momento salivei de desejo pelo meu melhor amigo. Ele foi tirando a camisa devagar e quando percebi ele me olhava com um sorriso sacana, percebendo que eu o encarava fixamente me fazendo ficar completamente sem graça, então o sacana ficou só de cueca e com um sorriso no rosto foi terminar ...
«123»