1. A Primeira Traição de Uma Esposa Fiel


    Encontro: 12/08/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: paulotesao2015, Fonte: ContoErotico

    Sou casada há sete anos e tenho tudo o que uma mulher possa desejar: esposo fiel, carinhoso e advogado trabalhador. Talvez a única coisa que ainda não tenha, são filhos, mas que já pensamos em conceber brevemente. Casei virgem, só me tornando mulher na noite de núpcias, motivo pelo qual meu marido me considera de total confiança! Eu nunca havia ido com outro homem para a cama, fato raro entre as garotas de hoje em dia. Claro que tive alguns namoradinhos, mas com eles era somente aqueles abraços, beijos e carícias por cima da roupa.Sou secretária executiva de uma empresa multinacional. Um dia, meu chefe me chamou e disse que eu tinha de fazer um curso de atualização no Rio de Janeiro, com duração de dez dias. Já em casa, falei ao meu marido que teria que viajar a trabalho e ele achou normal. Eu pegaria o avião no domingo, pois segunda feira de manhã começaria o curso e terminaria na outra quarta-feira, havendo aula inclusive no sábado. Quando chegou a data, meu marido me levou ao aeroporto. Cheguei ao RJ e fui de táxi para o hotel, de onde liguei para casa avisando que tudo correu bem.Na manhã seguinte me arrumei e fui para o local marcado. Lá conheci Thomaz, um homem que estava fazendo o mesmo curso, simpático e divertido, além de muito charmoso, lembrando um pouco o Tom Cruise. Ele se sentou ao meu lado e quando o professor formou pares de discussão, par esse que seria o mesmo até o final do curso, eu e ele ficamos juntos. Era uma companhia muito agradável, além de ele ser ... um rapaz lindo!Ao final do dia soube que ele estava no mesmo hotel que eu. Thomaz sugeriu que voltássemos juntos de táxi, e no caminho me convidou para jantarmos e discutirmos os assuntos do curso. Até aí eu achei tudo normal... Fomos ao restaurante do hotel e tomamos uma garrafa de vinho. Após a sobremesa e o cafezinho, ele perguntou se eu não queria ir dançar. Agradeci e falei que ficaria para outro dia, pois amanhã precisava acordar cedo.Relutante, ele falou que lá no subsolo, tinha um piano bar bastante reservado. E diante do charme e da insistência, eu acabei concordando, afinal nada tinha a fazer, a não ser ficar no apartamento vendo TV. O local era bem agradável, meia luz, música romântica e gostosa para dançar, coisa que eu adorava, mas meu marido não apreciava muito... Fazia tanto tempo que eu não dançava!Começou a tocar uma música lenta e Thomaz me apertou junto ao seu corpo. Pensei em me afastar, mas deixei, afinal era uma música romântica para se dançar assim. Dançávamos bem colados.A mão dele passou das minhas costas e foi até minha cintura, onde inicia a elevação das nádegas. Senti um arrepio, afinal desde casada, nunca fiquei nessa situação com um homem diferente do meu marido. A outra mão de Thomaz, que segurava minha mão esquerda, ele trazia prensada entre nossos corpos e ficava encostada no meu seio, o que não posso negar, me dava uma excitação natural.Thomaz passou a me elogiar, dizendo que eu era linda, com corpo de fazer inveja às modelos e que meu esposo ...
«1234»