1. Uma tarde diferente: A empregada nova


    Encontro: 12/08/2017, Categorias: Sadomasoquismo, Autor: Petala Parreira, Fonte: ContoEroticoComBr

    Às três horas tocou meu celular, e quase nem atendi porque queria dormir, mas finalmente atendi. Era o Vitor, meu amigo de escola que cursa comigo este último ano do segundo grau. Ele disse só: “Recebemos uma nova empregada. Você deveria vê-la.” Ri e disse: “Só ver?” Ele riu também e respondeu: “Depende.” Perguntei: “Ela é gostosa mesmo?” “Nem se fala.” “Evangélica?” “É, das melhores. Era cantora de louvor numa igreja pequena em um dos morros de Recife.” “Nó, deve ser uma delícia.” Tomei um banho rápido e mal dez minutos depois saí da casa e andei de bicicleta até a casa de meu amigo, uns dez minutos bem pedalados. A menina era admirável. Uma pele bronzeada de mulata escura, cabelos longos rastafári e olhos grandes e atraentes. Mas o que mais chamou atenção foram as formas perfeitas de seu corpo, algo de rainha que com grande naturalidade é o centro das atenções. Não consegui parar de olhar como ela se mexia e andava para buscar copos para nós. Quando ela estava na cozinha perguntei logo ao meu amigo: “E aí, já a experimentou?” Ele riu e disse: “Ela já veio pronta com tudo.” “Como assim?” “Foi eu mesmo que descobri uns anos atrás na comunidade “Queremos uma empregada gostosa” do antigo Orkut caras que oferecem empregadas já educadas e prontinhas, que fazem de tudo.” A menina voltou com o suco e meu amigo pegou seu táblete e me mostrou a pasta “Empregada”. Além de documentos teve uma pasta com mais de 200 fotos e uns 15 vídeos. Ele me mostrou uma lista: “Essa é a lista de ... amigos e parentes da família. Logo em cima pastores da igreja dela, também professores da escola e mais, quase todos com email e facebook. Recebemos todas essas informações juntas com os vídeos e fotos. Funciona 100% assim como os caras de Recife prometeram. Bastou dizer à menina que recebemos o material e ela virou obediente em tudo, porque ela sabe que a gente poderia mandar toda essa sacanagem para os amigos e parentes dela e assim ela seria tida como prostituta e por muitos rejeitada, desdenhada e abandonada e muito provavelmente um cafetão iria pegar e submetê-la.” Ele me mostrou um dos vídeos dizendo: “Esse é o último vídeo. Quando o fizeram ela já era totalmente dependente da benevolência do patrão que a educou e virou submissa em tudo. Olha só.” Vi como ela abriu a bucetinha bonita e enfiou um consolador. Ela deu um gritinho no vídeo e a moça que voltou com biscoitos para nós reparou que estávamos assistindo os vídeos dela e abaixou envergonhada a cabeça, pôs o prato na mesa e saiu meio curvada. “Ela anda já sem calcinha”, disse meu amigo. “Ela aceitou isso?” “Claro, ela tem que aceitar tudo. Com esse material na minha mão poderia exigir tudo dela.” “E seus pais sabem?” “Meu pai sabe, é claro, afinal de contas teve que pagar a soma pela transferência. Não é barato receber uma menina já prontinha, educada e submissa em tudo. Mas em contrapartida nunca vai poder pedir um aumento de salário, e se meu pai atrasa ou corta o pagamento ela também não pode fazer nada, porque ...
«1234»