1. degradação e estupro caloura ao curso de Puta


    Encontro: 12/08/2017, Categorias: Fetiches, Autor: charlote, Fonte: ContoErotico

    adoro esse tipo de degradação ,me excito muito quando estão fazendo e também , quando q me espoe em publico , Lembro-me quando passei aquela tarde de fevereiro na casa de um amigo que me comia sempre que passava por lá mas naquele dia ele tinha companhia em sua residenciaele e mais 8 amigos passaram a tarde me fudendo me usando como uma verdadeira puta fudendo e vontade e me fazendo beber porra e mijoe a cada humilhação e degradação que sofria mais me excitava e me sentia cada vez mais submissa todos já tinham me usado diversas vezes e já não aguentavam mais de tanto que gozaram mas prefiria pensar que estavam enjoados de uma puta vagabunda facil que vale menos de um real , que fale menos q a bosta que fazia no banheiro , bem era esss as palavras que eu ouvia enquando sentia picas entrarem e saírem de dentro do meu cu e a cada momento que olhava para traz via um sorriso diferente a me fuderE mesmo quando tentava por alguns segundo identificar o felizardo que explorava meu cu ou lembrar o nome era interrompida da tal reflexão por um saudoso tapa no rosto e antes mesmo de dizer um sonoro AI era invadida por outra rola se alojando na minha boca e invadindo minha garganda fazendo com que eu babasse toda como uma criança sem babador ,putz que nome nem mesmo hoje lembro do nome dos 9 rapazese diante de toda essa degradação ao cair a noite veio a grande surpresa no qual me lembro bem dos detalhes da cena pois minha euforia era tamanha apos me pincharem todos com canetões escrevendo ... tudo que desejavam desde Puta foda grátis, abuse-me , usa-me como desejar, vagabunda, deposito de porra , toilete, cadela, estúpida, vadia arrombada, amo rolas , entre outras e isso era o que eu conseguia ler na frente e nos braços nas costas e bunda não fazia ideia do que estava escritoentão me devolveram meu plug anal , sim nessa época saia sempre de plug anal como uma garota q resolve por um piercing no umbigo ou um alargador na orelha , não saia de casa sem meu plug anal pus na minha bunda e vesti minha calcinha mas sem antes um dos rapazes pega-la e escrega-la no chão onde havia mijo e porra então vesti e meu sultian se perdeu mas não precisava dele afinal meus micro peitos iria salientar ainda mais meus bicos doloridos que passaram a tarde sendo chupados apertados e por fim decorados com diversos pregadores de roupa vesti meu vestido daqueles que amelia de ficar em casa meio florido e meio transparente mas com um detalhe que o deixou mais excêntrico os olhos do publico que me esperavaUm dos rapazes fez questão de corta-lo ainda mais tornando-o ainda mais curto e fazendo com que a cada passo ficasse muito facil de notar aquela polpa de bunda que naquele momento estava alem de toda escrita como as pernas também e um pouco vermelha devido os inúmeros tapas disputados por mão grossas e pesadas dos machos que me disputavamSaimos em dois carros e eu a cada farol vermelho era jogada para fora do carro e oferecia ao outro a noite já começará a aparecer os primeiros boêmios e eu ...
«123»