1. Perdida em sua boca - cap 15


    Encontro: 11/08/2017, Categorias: Lésbicas, Amor, Romance Lésbico, tentação, Sexo, seduzindo, Lésbicas, Gays / Homossexual, Autor: Aspirante a Deusa, Fonte: CasadosContos

    Logo cedo meu pai foi me buscar, o médico recomendou que ficasse de repouso uns dias, para me recuperar e fomos para casa. Mandei uma mensagem para Laura, dizendo que já estava em casa e ela me respondeu que iria passar lá depois do trabalho. Eu e meu pai passamos o dia juntos, almoçamos, conversamos e assistimos filmes a tarde toda, ele é cinéfilo, como eu, depois fui me deitadar um pouco, para descansar e peguei no sono. Acordei com meu pai batendo na porta Pai: Filha, ovelhinha? (Meu pai sempre me chamou assim, de ovelhinha, desde criança) Eu: Oi pai, pode entrar Pai: Ovelhinha, Laura está lá em baixo, mandei ela subir, ela é sua nova namorada, filha? Eu: Pai! Pai: O que foi? Só queria saber, ela ficou tão preocupada com você e passou a noite inteira no hospital esperando você acordar, pelo o que conversamos, ela parece ser muito gente boa Eu: Ela não é minha namorada, pelo menos ainda não, ah ela é incrível, estamos nos conhecendo ainda, mas já gosto muito dela A campainha tocou Pai: Espero que dê tudo certo entre vocês, vou recebê-la e trazer ela até aqui, mas lembre-se que você precisa repousar viu mocinha Meu pai é um fofo, mas nem sempre foi assim,quando eu me assumi, brigamos muito, mas hoje estamos bem e ele me aceita numa boa, "Vou trazê-la até aqui" mal sabia ele, que ela já sabia o caminho, eu rir sozinha, logo ele chegou com Laura e ela estava linda, sempre com um vestido colado ao corpo e um lindo salto, meu pai nos deixou e fechou a porta Eu: Oi meu amor, ... deita aqui do meu ladinho, vem Laura: E você minha princesa como está? Como foi seu dia? - falou me dando um beijo e se deitando ao meu lado Eu: Eu tô bem, o médico passou alguns remédios, se caso sentir dor, e bastante repouso, passei o dia com meu pai, assistimos filmes a tarde toda, e como foi seu dia? Laura: Aah uma loucura! Daqui um mês vai ter uma exposição lá no museu e tá uma correria só, tive aquela reunião para discutir algumas coisas, mas é só o começo Eu: Uau! Adoro essas exposições, vai ser de quem? Laura: Não vou te falar agora, quero fazer surpresa ainda, mas já sei que você vai adorar Ficamos ali, no maior love, nos beijando e fazendo carinho uma na outra, era incrível, parecia que simplesmente o tempo parava quando estava com ela, me sentia segura de uma forma, como nunca senti; Já estava ficando louca com aqueles beijos, mas fomos interrompidas por meu pai que batia na porta Eu: Pode entrar pai! Pai: Ovelhinha, vou sair, como sei que você está em boa companhia, acho que vou voltar um pouco tarde Eu: Tá bom pai, divirta-se - e ele fechou a porta Laura: Ovelhinha? Onwt que fofo! Eu: Ele me chama assim desde criança, quando estava na 2º série, fizemos uma apresentação teatral e fui uma ovelha, desde então ele me chama assim, agora eu falo que sou a ovelha colorida da família - nós duas rimos e voltamos a nos beijar e logo nosso beijo ficou mais quente, mais intenso Eu: Sabia que você fica muito gostosa e sexy com esse vestido? Laura: Ah é? Ela me lançou um olhar ...
«12»