1. Experimentando uma mulher com a amiga


    Encontro: 10/08/2017, Categorias: Oral, Novinhas, lesbicas, Lésbicas, Gays / Homossexual, Autor: peppalevada, Fonte: CasadosContos

    Esse é meu primeiro conto, e vou narrar minha primeira experiência com uma mulher, que vem a ser uma amiga e vizinha, o que facilitou tudo. Nós moramos próximas, e ambas somos casadas. Nossos maridos, trabalham a noite, e só chegam lá pela madrugada. Uma noite dessas, saímos para tomar uma cerveja próximo de casa, depois de algumas latinhas, resolvemos voltar, levando junto mais algumas latas de skol beats. Paramos na casa da minha amiga, que aqui vou chamar de Helena. Começamos a beber a cerveja que levamos, já estavamos bem altinhas, quando começamos a comentar a respeito de uma conhecida que todos comentam ser bissexual. Eu, já sem papas na língua, disse que tinha curiosidade de saber como era, mas que tinha que ser com uma mulher linda e feminina. Ainda fui além, e disse que ficava muito excitada com pornôs de mulheres. O que a bebida não faz!!! Helena querendo se mostrar corajosa, ligou a TV, e disse que iriamos assistir a um filme, pois ela queria conferir se realmente era tudo aquilo. Começou então o filme, eu claro, comecei logo a me excitar, pois ja estava acostumada. Porém, como ja tinha bebido além da conta, quando dei por mim, estava desmaiando no sofá da Helena. Não imagino quanto tempo se passou, mas acordei com um beijo no pescoço. Abri os olhos, imaginando estar em casa, e me vi na sala da Helena, com a TV ainda ligada, no mudo, e ela!!! em cima de mim. Antes que eu pudesse reagir, ela me beijou na boca. Foi tão gostoso, que não consegui reaagir. Os lábios ... de uma mulher são diferentes, macios, quentes. Quando dei por mim, estava segurando sua nuca, e enfiando a lingua até onde conseguia alcançar. Começamos a nos acariçiar, sem falar qualquer palavra, acho que ela se animou com o que viu no pornô, porque começou a lamber e chupar meus mamilos exatamente como eu via nos filmes. Apesar de nunca ter feito aquilo, eu estava toda molhada. O medo, a adrenalina estavam me enchendo de tesão. Quando Helena começou a descer pela minha barriga, pensei que iria morrer. Minha buceta latejava de tanto tesão pela minha amiga. Então ela parou, num momento de indecisão, sem saber o que fazer. Eu que já estava totalmente perdida naquele momento, tomei a frente, deitei minha amiga no sofá, e comecei a dar beijos quentes e intensos em sua boca e pescoço. Comecei a tirar sua roupa, quando cheguei na sua calcinha, estava totalmente molhada. Arranquei o ultimo obstacúlo entre nós, e olhei para aquela bucetinha, pequena, delicada, toda molhadinha e pulsando de tesão. Quando dei por mim, estava com a boca grudada no grelo dela. Comecei a me lembrar dos filmes que adorava assistir. Fui xupando ela bem devagar, parando no grelinho e mordendo bem devagar. Ela gemia de prazer, e eu ficava cada vez mais animada. Comecei a massagear sua bucetinha pelada com meus dedos, enquando beijava e lambia ela sem parar. Ousei e coloquei um dedo dentro da sua buceta, toda melada de tanto tesão. Colocava e tirava bem devagar, enquanto ela se contorcia toda debaixo de mim. ...
«12»