1. Primeira vez com a loirinha casada


    Encontro: 07/08/2017, Categorias: Traição / Corno, Mulher de Amigos Traição / Corno, Heterossexual, Autor: Alfa comedor, Fonte: CasadosContos

    A festa de confraternização Era mais um final de ano e novamente a empresa fez uma festa a de confraternização, aberta ao familiares, para que pudessemos relembrar um pouco de tudo que passou no ano seguinte. E eu como estava separado não tinha ninguém para levar então fui apenas para conversar com os colegas, mas ele, meu amigo, foi com sua família. Ele, sua filha e ela, a loira estonteante que começou a tirar o meu sono e despertarminha libido. Seu nome era Janaina. Janaina é a esposa do meu amigo Márcio. Márcio também é meu colega de trabalho com quem divido o escritório. Trabalhamos com propaganda, então deixamos as mesas uma de e frente a outra para facilitar o processo de criação. Voltemos a festa. Cheguei ao salão e comecei a cumprimentar a todos, quando olhei, no fundo do salão, e vi o casal, Na verdade eu do tinha olhos para aquela loira. Dotada com 1,8m, olhos verdes, cabelos lisos, seios fartos, bunda empinada e cinturinha de pilão. Com isso ela roubou minha atenção. Duas semanas depois a rotina voltou ao normal, mas aquela deusa não saia da minha cabeça, ainda mais que eu via o marido dela todos os dias. Eis que naquela quarta-feira recebi uma ligação, ligação dela, ainda sem saber quem era. - Produções Boa tarde! - Boa tarde. Quem está falando? É o Anderson? - Sim. Sou eu mesmo. Quem Gostaria? - Desculpe-me eu não deveria ter ligado "tu tu tu"... Fiquei intrgado. Porque ligar, perguntar meu nome e desligar? Foi quando o Telefone tocou novamente e ela disse: - Oi! ... Sou eu de novo. Desculpe-me por ter desligado. Queria te dizer que não consigo parar de pensar em você. - Tudo bem, mas, quem é você? - não posso identificar-me. - Não? Porque? - porque sou casada e meu marido trabalha nessa empresa. Tenho de ir. Bjs. Comecei a pensar quem era o marido dela, afinal a empresa tinha mais de 300 colaboradores e eu não tinha uma pista sequer. Sexta-feira, final do expediente ela liga de novo e, desta vez foi direto ao assunto. - Oi! Eu sou a Janaina, esposa do Márcio e estou louca paradar para vc. Fiquei sem reação e inevitavelmente olhei Para o Márcio, sentado a minha frente. Entre dentes eu disse que não podia falar naquele momento mas tbm queria muito ficar com ela. Come-la bem gostosinho, logo marquei para ela ligar no dia seguinte, sábado e assim ela o fez. Mais a vontade consegui conversar melhor e dizer o tamanho do tesão que sentia por ela e assim marcamos para quarta-feira, na minha casa. Quarta-feira, um certo ponto na avenida principal, la estava eu esperando-a, e por detrás das árvores aparece ela, linda e radiante. Rapidamente ela entra no meu carro e a primeira pergunta: esse insulfilme da para ver de fora? E u disse: claro que não. Para que não perdermos tempo corri para casa. Encostei o carro na garagem e assim que abri a porta da casa ela diparou do carro. Dentro de casa, no reservado, pudemos ficar mais a vontade e assim pude conhecer melhor aquela beldade. Comecei grudando me na boca dela entrelaçando meus dedos em seus lindos ...
«12»