1. Quero Ser Feliz ! Cap.21


    Encontro: 07/08/2017, Categorias: fofo, Romance, desmaio, Biblioteca, Briga, Pensamentos, Conversa, Traição / Corno, Historia, garotos, Amor, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Gustavinho, Fonte: CasadosContos

    Cap.21 -Acho bom você deixar de dar presentes ao meu namorado – falou ele, se aproximando de mim – eu sou extremamente ciumento !- falou ele, o olhando nos olhos. -Ah é ? E quem vai me impedir ? - falou, de forma audaciosa. -Eu ! - olhava para aqueles dois, com a vontade de que os dois sumissem da minha frente. -Ei vocês ! Parem já com isto ! - falei, dando meia volta e seguindo o meu caminho. Porém, não dei muitos passos, pois fui segurado. -André !? Espera ! - era a voz de Fernando. -O que você quer ? -Nós podemos conversar ? -Não... Pelo menos não agora... -Mas, eu... - me virei e o interrompi. -Me deixe só por um tempo Fernando... O que eu vi ontem foi demais para mim... -Mas... - não o ouvi mais. Apenas dei meia volta e segui o meu caminho. TEMPO DEPOIS Durante o dia, não preciso nem dizer que ele ocupou o meu pensamento sempre. Sentado ao lado de Maicon, apenas devaneava, querendo entender o porquê daquilo ter acontecido. -André, o professor pediu para formar duplas... -Posso fazer com você hoje ? - perguntei. -Pode, mas... E o Fernando... -Hoje eu não quero fazer nenhum trabalho com ele... - falei, vendo ele me olhar esperando que eu me encaminhasse como sempre fazia todas as vezes que haviam trabalhos em dupla, coisa que não fiz aquele dia. -Mas porquê ? - respirei fundo... -Porquê não... - ele não insistiu mais. Apenas fizemos o trabalho juntos. No intervalo, eu não quis saber de nada, nem de ninguém. Apenas coloquei fones no ouvido e me encaminhei para a ... Biblioteca. Queria ficar sozinho. Não queria ninguém perto de mim. Estava muito triste com o que tinha acontecido Foi só então que eu começei a notar algo. -Eu gosto dele mais do que eu imaginava... - eu estava sofrendo demais com aquilo tudo. Eu gostava dele demais, mais do que deveria gostar – porquê você fez isso ? Estava tudo tão bom... O que foi que te fez fazer isso ? Será que desde o início você só estava brincando comigo ? Será se tudo que me disseram era verdade. -Eu não fiz nada... - uma voz atrás de mim falou. Quando me virei, era ele – eu não fiz nada... Eu não traí você ! Eu juro ! -Não adianta negar Fernando... O que eu vi foi muito claro... -Eu sei... Eu sei o que você viu... Mas eu não fiz aquilo por vontade própria. Eu fiz aquilo porquê ela me obrigou. -Está querendo brincar com a minha inteligência Fernando ? Como é que uma garota pode te obrigar a fazer algo... Olha pra você... -Mas é verdade ! - aquilo não cabia na minha cabeça. Era patético. -Pode tratar de inventar uma mentira melhor... Essa não colou – falei, começando a andar para longe dali – eu só queria saber o porquê... Eu não merecia isso Fernando... Não merecia... Sai dali com o coração na mão. Queria chorar, chorar muito. Eu já gostava muito dele. Não era fácil aceitar aquilo. NARRADO POR FERNANDO Não sabia o que fazer. Não tinha sido a minha vontade. Eu não queria aquilo. Eu gostava dele. Eu queria ele. -É, parece que ele não gostou muito de ser traído... - falou a mesma cobra que havia causado tudo ...
«12»