1. Putinha dos rapazes da república X


    Encontro: 06/08/2017, Categorias: Dominação, Submissão, Fetiches, Infidelidade, Traição / Corno, Em Público, Anal, Oral, Heterossexual, Autor: jornalista77, Fonte: CasadosContos

    Completando o capítulo anterior, Candice dormiu com Mateus aquela noite. Ela esperou que ele voltasse da casa do amigo e, explodindo de tesão pela brincadeira com Davi, arrastou Mateus para o quarto e transaram muito. Ele a convidou para passar a noite e Candice nem sequer pensou na proposta, já aceitando de imediato. Seria a primeira noite que ela passaria na república e foi a melhor noite de sono dos últimos anos. Dormir nua, nos braços de Mateus, acordar na manhã seguinte, sentindo seu cheiro, seus beijos e transar com ele quentinho da cama foi delicioso. Ela só foi embora quando precisou ir buscar Felipe na escola depois do almoço. Em casa, tratou Luis Carlos com certa frieza, respondendo as suas perguntas sem dar maiores informações ou detalhes de onde dormira. Disse, simplesmente, que passou a noite na casa de uma amiga e ponto final. Era mais do que ele precisava saber. Luis Carlos sentia que Candice estava escondendo algo dele e, nesses casos, só poderia ser um amante. Contudo, não era de sua personalidade confrontar a esposa. Assim, decidiu que o melhor seria dar um tempo e deixar as coisas esfriarem um pouco. Além disso, dois dias depois, ele precisaria viajar, e isso ajudaria a se acalmar e pensar com mais clareza no que fazer. Candice foi deixar o marido no aeroporto e o filho na escola. Voltou para casa com a cabeça fervilhando de ideias no quanto iria transar com seus meninos enquanto o marido estava fora. Pensara até mesmo em levar algumas roupas para a ... república para que pudesse dormir lá tranquilamente. Chegou ao prédio, estacionou o carro na garagem subterrânea e, ao descer, ouviu seu nome ser chamado. Olhou de lado e viu Francisco saindo do elevador. – Oi, querido. Tudo bom? – cumprimentou. Francisco a abraçou e a beijou. – Agora, meu dia melhorou 2000%. Como é que você pode ser ainda mais linda nesse dia chuvoso e cinzento? – perguntou ele, beijando seu pescoço. Candice sorriu e o apertou mais contra seu corpo. – Talvez seja pelo fato de eu ser uma mulher solteira pelos próximos dias. Acabei de deixar o Luis Carlos no aeroporto – respondeu. Francisco abriu um largo sorriso de contentamento e os dois voltaram a se beijar, agora mais longa e apaixonadamente. – Vamos pro seu apartamento – propôs ela, com a voz trêmula de tesão. – Não posso, minha linda. Eu tenho aula daqui a pouco. Mas, podemos brincar um pouquinho aqui mesmo – disse ele. Candice fez carinha de safada, olhou em volta, procurando alguém, e, como não havia ninguém por perto, ajoelhou-se e abriu o zíper da calça jeans dele, tirando sua rola para fora. Francisco se posicionou atrás do carro para proteger os dois caso aparecesse alguém. Candice segurou sua rola, encheu de beijos e lambeu, de baixo para cima. Tirou suas bolas também da cueca e as colocou na boca, sugando-as com carinho e tesão. O cacete de Francisco estava uma barra de ferro de tão duro e quente. Ela o masturbava enquanto chupava suas bolas. Ele gemia baixinho, de olhos fechados, e acariciava os ...
«1234...»