1. Alunos Profanos I (Por Martha)


    Encontro: 04/08/2017, Categorias: Com Fotos, Grupal, Autor: adrianosacana, Fonte: ContoEroticoComBr

    Alunos Profanos I (Por Martha) Boa noite (Ou bom dia) queridos leitores dos contos eróticos. Vou contar aqui uma pequena série de aventuras que realmente definem meu casamento. Meu nome é Martha, tenho 30 anos, sou loira com 1,76 de altura e bem cuidada, meu ponto forte são meus seios grandes e fartos, minhas longas coxas e uma barriguinha saliente, mas gorda jamais, como diz meu marido, quem gosta de osso é cachorro. Ele, o Fernando, por sua vez, tem 32 anos, 1,78, é branco, cabelos negros e também muito bem cuidado, tem uma pica muito boa, de 22×8, mas nada de ser sarado ou bombado de academia. Mas ele realmente é bonito, cuida muito da alimentação, parece um modelo o gostosão. Mas como não vim aqui para contar vantagem nos descrevendo, vou falar do grande barato da nossa vida: nós somos casados há cinco anos, e namoramos mais cinco, ou seja, quando nos conhecemos eu tina 20 anos e ele 22. Estávamos na faculdade, ele cursou engenharia e eu sou professora de matemática. Quando o conheci, ele ficava com várias meninas da faculdade, e eu também tinha (e tenho) minha fama. Moramos no Rio De janeiro. E desde o nosso namoro, percebemos que seria para sempre. Fomos fieis por exatos e longos três meses, até que em uma festa aconteceu de fumarmos umas coisas a mais, e quando me dei por mim, estava sendo chupada por uma amiga enquanto ele a comia por trás, em um dos quartos da casa. Não houve nenhum atrito no dia seguinte, apenas percebemos que isso era da nossa natureza, e ...
    decidimos que assim seria: Não uma relação aberta, pois acho que esse termo é um pouco depreciativo, mas sim uma relação de consentimento. Contamos tudo um para o outro, e na verdade a maioria das coisas que acontecem conosco são feitas juntas. E acredite, sem a hipocrisia que rola no mundo hoje, as coisas seriam bem melhores se cada um assumisse seus atos. Mas vamos aos fatos desse ultimo mês: Dou aulas em uma universidade particular de alto nível aqui no Rio De Janeiro, aonde impera esse tipo de hipocrisia: As patricinhas dão mais do que chuchu na serra, e os garotos na verdade não são lá essas coisas que dizem, na verdade achar um belo macho alfa hoje está muito difícil, razão pela qual eu também fico com muitas mulheres. Em uma classe de cálculo, porém, conheci um casal muito bacana, o rapaz, Alex, alto, bonito, com 1,80, 20 anos e com cara de homem, daqueles bem machos mesmo, e ela, a Renata, 19 anos, uma delicia morena com seus 1,70, falsa magra, muito bem cuidada, eles são namorados e parecem de longe destoar do povinho alta classe da faculdade. Ele cuida muito bem dela, e eles vieram me procurar pois a Renata vinha apresentando um mal desempenho na matéria, e por conta disso ele gostaria que eu desse umas aulas particulares para ela, visto que ele, apesar de ótimas notas, estava muito ocupado trabalhando durante o dia, e de noite nas aulas, se ofereceu para pagar, perguntou os preços, etc… E por fim acertamos que ela iria lá em casa para aprender os pontos que tinha ...
«1234...8»