1. Uma noite na praia


    Encontro: 19/06/2017, Categorias: Heterossexual, Autor: charmant, Fonte: ContoErotico

    silencio e cada vez mais para longe do movimento quando nos distanciamos bem começamos a nos beijar comportadamente, então um fogo intenso começou a aflorar entre nós e o beijo foi ficando cada vez mais violento e molhado eu já estava a apertando pela cintura de encontro ao meu pau que estava estourando de duro, ela começou a responder esfregando sua buceta no meu volume então nos entregamos à volúpia já não víamos mais nada, abaixei a alça do vestido e mamei gostoso seus seios lindos, com bicos duros e pontudos, eu adoro mamar e me demorei ali, ela foi ficando cada vez mais excitada a ponto de dizer que os bicos estavam doendo de tanto tezão, a medida que eu mamava sentia ela se retorcer e esfregar as pernas uma na outra, então desci a mão até sua rachinha e senti por cima da calcinha que estava ensopada, o local que nós estávamos tinha uma restinga e eu tirei a camisa e a deitei sobre ela levantei o vestido e comecei a beijar suas coxas descendo até chegar a sua buceta que estava alagada passei a língua por sobre a calcinha e ela gemeu gostoso, comecei a beijar seu púbis e tirar a calcinha, joguei para o lado e chupei a bucetinha dela que era linda era uma noite de verão com a lua limpa e eu podia ver a maravilha que estava em minhas mãos, tinha poucos pelos e o grelinho se sobressaia dos lábios da buceta, comecei a lamber a buceta toda e cheguei no grelo que já estava duro e voltei a mamar naquela parte tão deliciosa, ela não aguentou e gozou gostoso na minha boca, uma ... lembrança que vou guardar sempre, ela tremia, gemia e se contorcia prendendo minha cabeça com as pernas, então levantei abaixei a bermuda, e tirei meu pau para ela chupar na hora percebi que ela ficou um pouco constrangida e perguntei se ela não gostava ela respondeu que não muito eu mandei ela chupar e se não quisesse mais era só falar, ela então começou a chupar meu pau sem vontade, eu antes que ela desistisse aproveitei que ela continuava deitada e eu de joelho em frente ao seu rosto e com a mão direita comecei a masturbar seu grelinho peguei caldo da sua buceta que estava ensopada com minha saliva e seu gozo e comecei uma massagem bem devagar em círculos ela logo abocanhou meu pau quase engolindo todo e eu acelerei os movimentos e passei mais saliva no seu grelinho e intercalava a massagem e enfiava o dedo dentro dela ela já me chupava quase arrancando meu pau fora, eu já estava quase gozando quando eu tirei o dedo de sua buceta e dei um tapinha de leve no grelo que delicia ela não gritou por que meu pau estava em sua boca mas ela prendeu a cabeça dele entre a língua e o céu da boca que eu não aguentei as minhas pernas começaram a tremer e eu sabia que ia gozar falei para ela parar que eu ia gozar em sua boca mas ela não soltava e não resisti e gozei gostoso em sua boca, eu gozo pouco mas grosso e ela mamava meu pau e eu fui sentando ao lado dela em cima da bermuda, quando ela soltou, perguntei se estava tudo bem, ela com o rosto radiante disse que nem sentiu quando gozei ...