1. Adestrando Betão (Uma FanFiction) - 15


    Encontro: 18/06/2017, Categorias: Gays / Homossexual; Gays / Homossexual; Romance; Fanfiction;, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Gordin.leitor, Fonte: CasadosContos

    vê-la sorrindo das piadas sem graça que ele contava, para a moça ele disse trabalhar como programador, ela sorria pra ele e contou que estava terminando o curso de Serviço Social, era o lugar dela. - Não consigo te imaginar fazendo outra coisa! – Ele se traiu. - É você, não é? – Ela falou de forma calma, olhando diretamente para os olhos claros do rapaz. - Eu o que? – Ele perguntou de forma nervosa. - É você o meu Rômulo, né? – Ela parecia implorar para que aquilo fosse verdade. - Sarah... Eu... – Ele tentou dizer algo, mas ela se aproximou. - Me tira daqui! Vamos terminar o que a gente começou naquele dia! – Ela segurou na mão dele. - Sarah... - Você não me quer? – Ela se retraiu. - Você é tudo o que eu quero! – Ele disse. - Então vamos, pra qualquer lugar! – Ela exigiu e ele pousou o copo vazio já a bastante tempo, verificou se a chave do carro estava em seu bolso segurou em sua mão e a puxou para fora do apartamento, antes de sair, porém, ele olhou para Ricardo que sorria, com os lábios ele disse: “Obrigado” – Ricardo sorriu e quase pulou abobalhado. Os dois pegaram o elevador, desceram de mãos dadas olhando para o metal frio da porta, aquele cubículo de aço que descia e subia lentamente parecia estar ainda mais lento que antes. Rômulo apertou o botão de emergência: - Eu não posso mais esperar! – Entregou-se ao beijo daquela moça morena que lhe tirava o sono e a sanidade com tanta facilidade, ela correspondeu à altura se deixando levar pela loucura que era sentir os lábios ... daquele homem, o hálito com cheiro de cerveja, a língua quente, os braços em sua cintura, aquele corpo malhado e cheiroso, ela queria mais e mais dele. - Que beijo! – Ela falou sem fôlego lhe apertando o corpo, colou a testa ao peito do homem, sentiu o cheiro amadeirado dele e o beijo que ele depositou no meio dos seus cachos. Quando saíram juntos do prédio, de mãos dadas, Rômulo olhou para o carro dele e lembrou que aquele era o veículo de Humberto, decidiu que não colocaria Sarah ali dentro. - Você tá de carro? – Ele perguntou. - Sim! – Ela respondeu de imediato. - Vamos no seu, o meu tem um defeito! - Tudo bem! – Ela sorriu. Lhe entregou a chave, mas ele recusou. - Dirige você, eu não saberia pra onde te levar! – Ele disse nervoso. - Eu iria pra onde você quisesse. – Ela confidenciou, ele sorriu de volta lhe beijando e assanhando os seus cabelos cheirosos. - Então vamos pra qualquer lugar, com você eu vou pra qualquer lugar! – Ele se rendeu. - Eu que mando? – Ela sorriu. - Sempre foi assim, né? – Ele falou sorrindo para ela e pousou respeitosamente a mão em seu joelho. - Depois não diga que não avisei! – Ela advertiu, deu partida no carro e os dois só apareceriam depois de três dias, com várias coisas resolvidas, inclusive a mudança de Sarah para Salvador depois do término do curso! __________xx_________________xx___________ - Vem, vamos dormir, o dia foi pesado! –Ricardo chamou Beto que estava no banheiro vestindo uma cueca. - Ainda quero ir dar uma olhada nos meninos. – ...
«1234...7»