1. Catarina a Grande. cap.VI


    Encontro: 18/06/2017, Categorias: Lésbicas, Autor: andreiafelina, Fonte: ContoErotico

    pernas lá no alto e encostou a rola na entrada de sua buceta, era bem grossa, mas não foi difícil de entrar porque Catarina agora já estava muito lubrificada. Ele começou o movimento de entra e sai, o pau saía quase que por inteiro e depois voltava indo bem fundo, depois foi acelerando, seu pau escorregava dentro de si, se segurando nele pela cintura, a forçava contra seu pau, para que entrasse tudo até o talo. Só pensava que ia ficar arrombada, mas eu não tinha coragem de dizer não, estava sendo a melhor transa da sua vida, mesmo sendo do jeito que foi. Quando escutou o negro dizendo qualquer coisa, Valter logo tirou o pau de dentro dela, aquele negro veio com cara de safado alisando aquela vara preta, Catarina gelou, e na hora fechou suas pernas: " você vai me rasgar ao meio, nem pensa". Ele sorriu e disse que não ia doer, abriu novamente suas pernas e mirou sua rola na sua buceta, Catarina só fechou os olhos e esperou pelo estrago. Logo sentiu a cabeça enorme expandindo sua fenda, se sentiu sendo alargada, a cabeça foi entrando e deslizando dentro de dela. Quando pensou que tivesse entrado tudo, não estava nem na metade, então pediu que ele pegasse leve, mas parece que ele nem ligou e foi enfiando tudo sem dó nem piedade. Catarina deu então um grito de dor, parecia que eu tinha sido arrebentada, viu estrelas na hora, mas logo a dor se transformou em prazer, e começou a gostar e gemer demais. Aquela pica era tão grande que parecia alcançar seu útero, e num entra e sai, ... rapidamente ela gozou, e fez com que ele gozasse também, seu pau explodiu um gozo espesso, soltava jorradas de porra dentro dela, nunca seu marido lhe tinha dado tanto leitinho quente. Ficou toda mole enquanto aquele negro a enchia com seu leite. Ele deixou o pau lá dentro, sua porra saía de dentro de sua buceta e escorria pelas suas coxas. Nisso o moreno a pegou no colo, era bem forte, e a colocou de bruços no chão. Sentiu ele passando a mão na sua bunda e abrindo suas nádegas. Beijava aquela bunda gostosa e quase virgem, só sua irmã tinha metido nela naquela tarde na berma da piscina de sua casa. sentia seu dedo tocando no seu botãozinho ao mesmo tempo que seus dedos passavam em sua xaninha logo de seguida vinham de novo para o seu cuzinho, e forçava eles pra dentro, fazendo pressão para eles entrarem. Catarina estava toda arrepiada, e logo percebeu o que ele queria, quando ele enfiou dois dedos no seu cuzinho e começou a fazer movimentos circulares. Sentiu entao que seu cu estava maior, e de repente sentiu tambem seu pau sendo posicionado na entrada, ele forçou várias vezes pra entrar mas não passava da cabeça, o cuzinho de Catarina era muito apertado, nunca nenhum homem inclusive seu marido tinha metido ali, mas isso ia ter seu fim ali mesmo e naquela hora. Ele começou a forçar firme contra ela e escorregava mais para o fundo, e assim foi até entrar até o talo. Estava doendo, doía bastante, mas não queria parar, comecou a gemer e ele aumentou a velocidade dos movimentos, ele ...