1. Caçada noturna 10 O Problema.


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Autor: marcosvenutti, Fonte: ContoErotico

    Caçada Noturna parte 10 ProblemasHi queridos leitores, tenho visto que muitos de vocês estão lendo meus contos e fico feliz por isso, algumas pessoas tem entrado em contato via e-mail e tem sido muito bom saber q estão gostando, não sou de ficar pedindo comentários mas seria bom pra ajudar no feedbak... Ao Conto.Fomos pro banho enquanto o almoço era servido, almoçamos e passamos o resto do dia conversando em uma maravilhosa roda de amigos falando da nossa noite entre as experiências de cada um. Gustavo estava muito puto, e ficava olhando pro nosso lado sorrindo safado...Quando já era final de tarde tínhamos que ir comprar algo pra comermos, pois o povo havia devorado tudo que era de alimento, só restando bebidas, mas estávamos altos e tínhamos que comer algo juntamos um dinheiro e fomos eu Meu namorado o Mauro e Gustavo, que parecia nos devorar com os olhos, o caminho ate a cidadezinha era não muito longe mas era meio deserto por se fim de semana.Era auto estrada e Mauro deu um sinal ao Gustavo que entendeu , me deixando curioso, ele começou a tirar a roupa e jogava em cima de mim, cada peça que caia Mauro fazia questão de sentir o cheiro e mandar eu cheirar também, sorria e falava, olha amor que cheiro de maxo, somos sim um casal liberal, mas não infiéis, porque nos gostamos disso, e consentimos nisso, então não há traição, somos leais com nossos sentimentos, temos nossas preferências sim, mas somos aberto a sexo sim, por que odiamos essa ditadura da pureza imposta pela ... sociedade enquanto trepa as escondidas traindo seus parceiros.Gustavo agora já tirava sua cueca vermelha e passou logo em meu rosto, sorrindo disse, olha aki o cheiro do maxo que vai fuder você hoje, seu putinho, Mauro mandou eu ir pro banco de trás e ir fazer um carinho no Gustavo, eu já estava louco por isso, então passei entre os dois bancos da frente e parti logo pra cima de Gustavo que estava já se punhetando no carro com uma cara safada, não resisti e cai de boca na sua piroca que era enorme, ele se contorceu, puxou meus cabelos e ergueu minha cabeça com vontade falando, calma garoto, tem rola aki pra vc sim mas antes...interrompeu a fala dando me um beijo faminto, nossa que boca gostosa, que língua, ele me beijava louco falando palavras safadas entre um beijo e outro, Mauro pareceu não gostar muito dos beijos, mas eu fui em direção dele e beijando disse, não há o que reclamar, você quem o trouxe, você quem deu ele a mim, beijei mauro e disse baixo no ouvido, eu recompenso você depois, aguarda. Voltei a beijar o Gustavo, ele queria rasgar minha camiseta, nossa que fome você tem cara, ele sorriu e disse, o foda é que minha namorada não é como os homens, acho que não vamos nos dar muito bem, ela é muito fria falava entre beijos, fria? Ou você é muito safado pra ela? E o beijava, sei lá, mas cala a boca e me beijou, seu pau babava enquanto ele se punhetava e forçou minha cabeça contra seu mastro pulsante, que me fez engasgar e babar muito no seu pau, me puxou novamente e num ...
«123»