1. Camila, baixinha e gostosa


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: Sedução, Heterossexual, Autor: Ruivoodosul, Fonte: CasadosContos

    Conheci Camila em 2009, ela era a melhor amiga da minha ex cunhada, irmã da minha ex namorada. Na época ela tinha apenas 16 aninhos, era espevitada, sapeca, linda e desde nova muito gostosa, o que fazia ela se destacar das demais meninas da sua idade e eu, tinha 29 anos e estava namorando sério até entao. Quem já leu meus contos sabe que sou do interior do Paraná e esse conto se passa na cidade que moro, Guarapuava. Camila era uma moreninha linda, 1,55 de altura, corpinho delicioso, bundinha arrebitada, pernas grossas, seios grandes para a sua idade, cabelos cacheados, olhos castanhos bem claros e uma boca carnuda que nem a da sua mãe, uma negra linda casada com um negro alto gente boa. Acho que foi desta mistura que saiu esta preciosidade. Camila e minha cunhada andavam com pouquíssimas roupas, basicamente tops, shorts e saias curtas que faziam a alegria dos meninos da rua e eu, claro, apenas observaa de rabo de olho, afinal de contas meu namoro ia bem demais para arriscar qualquer loucura com aquela ninfeta. Os anos se passara, eu casei e nunca mais vi a Camila, até junho de 2013, quando encontrei Camila num ensaio de escola de samba da cidade que acabei indo por acaso Como sempre fui um péssimo fisionomista, não reconheci Camila quando ela veio me cumprimentar na roda de amigos. - Ei, tudo bem? Perguntou ela animada. - Sim e você, como tem passado? Respondi sem lembrar o nome. - Você não lembra de mim né? Sou a Camila, amiga da Julia, sua ex cunhada lá de Cariacica. Após ... ter me desculpado pela mancada, começamos a conversar e automaticamente nos distanciamos da turma que estava comigo. Naquela noite, Camila estava impressionantemente mais bonita. Trajava um vestido branco de alcinha, sandália com um pequeno salto que a deixava um pouco mais alto. Os cabelos que antigamente eram cacheados e na altura dos ombros, agora estavam completamente lisos e na metade da cintura. O corpo, sensacional, parecia o mesmo, pois apenas de agora Camila ter 23 anos, ela não se casou e não teve filhos. A conversa fluiu bem enquanto a bateria da escola tocava a todo vapor e o som alto, nos fazia a conversar com os rostos bem perto um do outro, o que me permitia sentir um perfume delicioso que exalava da pele da Camila. Durante a conversa, fiquei sabendo das aventuras de Camila nestes últimos anos, onde ela se envolveu com um professor casado da Escola Técnica, depois foi trabalhar numa siderúrgica, juntou grana e comprou seu carro e seu apartamento, juntou com um homem mais velho mas depois se separaram e nos últimos meses estava solteira, pois havia acabado de sair de um namoro de mais ou menos dois anos. Também expliquei que estava separado e que não fazia questão de me juntar com alguém tão cedo, foi quando ouvi um sonoro “Bem-vindo ao clube dos felizes” dito com a cara mais safada que eu já tinha visto naquela noite. Eu sempre soube que Camila era uma menina foguenta, desde novinha ela aprontava muito no bairro que ela morava. O clima foi ficando bom, a cerveja ...
«123»