1. Vontade Juvenil - 5


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: paixão, Tempo, Namoro, Sexo, banheiro, colégio, Teens, descoberta, Beijo, adolescente, jovens, homosseaxual, Teen, pais, balada, Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Autor: Henrique, Fonte: CasadosContos

    Quando vi que era o Pedro, fui andando imediatamente da direção dos dois, cheguei lá e pelos olhar dele, eles pareciam um pouco surpresos e preocupados com eu ter ido lá. Não pensei direito no que faria quando chegasse com eles, só fui no impulso e na curiosidade, e perguntei o que eles estavam conversando. Luan : Nada que te interesse Pedro : Nada demais, só coisas de família Eu : Coisas de família ? Pedro : É a gente não escolhe de quem é parente Eu : E vocês são exatamente o que ? Luan e Pedro responderam ao mesmo tempo, - Primos Por um momento eu não acreditei no que eles tinham falado, pensei que fosse uma pegadinha ou algo do tipo, mas ai eles pareciam estar falando serio e então acreditei neles mesmo, mas ainda assim isso não mudava o fato do Pedro ter ignorado todas as minhas mensagens e nem se quer ter explicado nada, eu chamei ele e começamos a conversar - Porque tu me beija e depois não explica nada o que aconteceu ? - Desculpa ta, eu só tava um pouco confuso - Confuso de que ? - Olha eu nunca fiquei com um menino de verdade, nem um beijo se quer antes daquela noite, mas eu sempre soube que gostava de meninos também, eu só não aceitava isso, achava que era algo estranho, anormal. Mas quando eu te beijei eu percebi que o anormal tava na minha cabeça em achar que isso era algo ruim, porque quando eu te beijei foi o melhor beijo da minha vida ate agora, e quer saber o porque ? - Por que ? - Porque foi o primeiro que eu tive vontade, eu já fiquei com muitas garotas, ... mas só por ficar mesmo, pra tentar aprender a gostar e não deu muito certo, e contigo eu percebi o que eu realmente quero e não queria ficar nem mais um dia tendo que esconder isso de mim mesmo e dos outros. Eu contei pros meus pais que sou gay, e foi por isso que faltei hoje na escola. - E foi tudo bem ? - Sinceramente, eu pensei que seria algo bem difícil mas eles aceitaram numa boa, e falaram que isso não muda nada - Porque não muda mesmo, mas tu tem sorte de ter pais assim, muitos queriam ter pais assim também - Eu sei, sabe isso ta me fazendo me sentir bem, livre é como se tivesse tirado um peso das minhas costas - Sei como é, mas desculpa, por ter julgado tão cedo - De boa, mas... Tu vai querer continuar conversando ou eu já posso te beijar ? No que ele disse isso, ele veio na minha direção e me deu um beijo imenso, melada e forte, com bastante vontade e que eu retribui do mesmo jeito, durou bastante tempo, parecia que só tinha nos naquele lugar e então ele parou de me beijar e me levou bem rápido pra dentro do banheiro, entramos em um dos box já nos beijando e ele trancou a a cabine e eu fui tirando a blusa social que ele tava, os braços e corpo dele eram bem fortes e definidos e eu ia beijando ele muito, forte, ele tirou minha blusa também e começou a chupar meu pescoço, eu tava delirando e muito arrepiado, o meu tesão tava imenso, e meu pau já estava bem duro e pulsando, e o do Pedro também, enquanto ele beijava meu pescoço eu coloquei minha mão por dentro da calça ...
«12»