1. Futebol dos Heteros... Ou Não Cap.24


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Amor, Homens, Futebol, Transferência, Proposta, Casal, Tristeza, Pensamentos, tranquilizarão, Choro, separação, Consumado, Romance, fofo, Autor: Gustavinho, Fonte: CasadosContos

    Cap.24 Arregalei os olhos naquele momento. Não acreditava naquilo que tinha ouvido. - O que ? Repete de novo que eu não acredito... - É isso mesmo... O Barcelona, da Espanha fez uma proposta para você. 12 milhões por ano e todo o resto, e eles arcam com a multa rescisória. Vou conversar com o representante do Barcelona amanhã, e assim que você chegar em São Paulo conversaremos nós dois. Assim você fica sabendo de todos os detalhes da negociação - naquele momento sorri. Me lembrei de todos os sonhos que eu tive com aquela camisa. De cada gol que já sonhei fazer com aquela camisa. E como aspirava aquilo. Chegar na Europa recebendo muita grana. A alguns meses atrás, eu não tinha dúvida. Aceitaria a proposta. Porém, daquela vez foi diferente. Imediatamente após esse pensamento, os meus pensamentos com o Ben voltaram. Me lembrei da primeira vez que o vi. Cada risada. Cada detalhe. Cada beijo. E pela primeira vez na minha vida, a minha carreira não era unanimidade na minha vida. MINUTOS DEPOIS Entravamos no quarto de Hotel. Apenas arrumariamos as malas e partiriamos para Ezeiza, aonde embarcariamos para voltar a São Paulo. - Ai, eu tô tão feliz ! - falou ele, me abraçando fortemente e beijando meu rosto. Já me conhecendo, ele percebeu a minha aflição - o que foi ? Nem parece feliz com a nossa vitória... - Eu tô feliz ! Mas é que, aconteceu uma coisa... - O que foi ? O que pode ser tão ruim que tirou a sua felicidade ? - fiquei calado por alguns segundos - Recebi uma proposta do ... Barcelona - falei, virando para ela - 1 milhão por mês, alguns valores a mais, e multa paga... - ele apenas piscou os olhos, olhou para o chão e virou de costas para mim. - Aceite... - e então entrou no banheiro, para tomar banho. A verdade, e nós dois sabíamos, era que não queríamos nos separar. Seria muito doloroso para nós. MINUTOS DEPOIS Ele saiu do banheiro, em silêncio. Apenas de cueca, se jogou sobre a cama, entre as minhas pernas e lá ficou. - Você acha mesmo que eu devo aceitar ? - perguntei, ainda aflito. - Acho... É o seu sonho, não é ? Jogar na Europa, ter visibilidade, ganhar o dinheiro que você não ganhou aqui. - É... Mas, e a gente ? - A gente... A gente continua existindo. A menos que você queira terminar. - Mas longe ? Poxa... Eu não queria ficar longe de você, de jeito nenhum - falei, o beijando. - Se for a melhor coisa a fazer, devemos fazer sacrifícios. Nada é fácil Rafa, sacrifícios são necessários para que tudo dê certo. - Eu não sei Ben... - O que mais você quer ? Aqui no Brasil clube nenhum paga esse salário, ou essa multa. Você não vai para o futebol chinês. Vai para o Barcelona, jogar ao lado de feras, e ser o melhor do mundo - eu sentia, e sabia, que ele não queria que eu fosse embora. Aquele era o sacrifício dele. Me incentivar a fazer algo que ele não queria. Mas era o melhor a se fazer. HORAS DEPOIS NARRADO POR BEN Voltamos para São Paulo agarradinhos no avião. Eu não queria que ele fosse embora, de forma alguma. Já estava acostumado, a ter aquela ...
«1234»