1. Eu e meu tio transformando minha esposa em uma safada !


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: Com Fotos, Incesto, Autor: jujunikit, Fonte: ContoEroticoComBr

    Tenho 40 anos, profissional liberal, estabilizado e casado com Jú, 12 anos mais nova do que eu, morena clara, 1,70, pernas e coxas lindas, bunda grande e durinha, enfim, um tesão de 28 anos de idade. Jú sempre foi uma mulher tímida na cama, e venho tentando fazer com que ela participe das minhas fantasias. Para tanto, sabia que estava correndo o risco de despertar nela prazeres inusitados que – se por um lado – me realizarão, por outro podem fazer com que ela se transforme numa mulher obcecada por sexo e, sabe-se lá o que poderá advir daí. Mas após 5 anos de casado, entendo que precisávamos dar uma injeção de sexualidade no nosso relacionamento, para sair do trivial e reacender o tesão que sempre nutri por ela e – creio – ela por mim. Bem…Consegui fazer com que Jú, durante nossas transas, ficasse enquanto levava meu pau na bocetinha, chupando meu dedo polegar, de olhos fechados, inicialmente pensando estar chupando meu próprio membro. Evoluímos, para fazer com que ela pensasse estar chupando o pau de um outro cara. Continuamos evoluindo, com Jú chupando um pênis de borracha, imaginando ser o cacete de um negão. Mas estava faltando algo mais digamos “palpável”. Comecei a tentar incutir na cabeça da minha esposa de praticar mais situações de perigo, que nós sempre gostamos. Semana passada cometi uma loucura: liguei do escritório para Jú na tarde da Sexta-feira dizendo-lhe que aquela seria uma noite especial, mas ela teria que me prometer que em hipótese alguma, acontecesse ... o que acontecesse, ela tiraria o “tapa-olhos” de couro preto que eu comprara e lhe daria de presente aquela noite. Comprei-o numa sexshopp pela internet. Ela me prometeu….e eu reiterei: em hipótese alguma?!…e ela renovou a promessa…nem que o mundo acabe sobre nós?! Nem…respondeu. Sei que ela é uma pessoa que cumpre o que fala, e assim ousei colocar em prática meu plano. Tenho um tio ( João ) de 55 anos, vizinho do mesmo condomínio onde moramos, que também é casado com uma mulher muito atraente, a qual – segundo ela já houvera me confidenciado – era também muito recatada na cama, e que não se dispunha a participar das fantasias sexuais dele. Convenci meu tio João a fazer um pacto de colaboração: ele me ajudaria nas minhas fantasias e eu o ajudaria nas dele. Sem Jú saber, convidei-o a dar uma escapada lá em casa às 21.30hs em ponto, e para tanto ele iria dizer à mulher dele que iríamos tratar de alguns assuntos do condomínio. Falei para ele se preparar para o tudo ou nada, que ele entrasse pela porta da sala que eu deixaria aberta e fosse para o quarto de hóspedes que é vizinho ao meu quarto, até eu chamá-lo. “Pedi-lhe que ele não desse um a”, ou seja, que não abrisse a boca em hipótese alguma, para Jú não reconhecer sua voz. Cheguei em casa mais cedo que o normal, às 19.00 horas, e presenteei Jú com o “tapa-olhos” e com uma conjunto denominado “tesão 1” de uma famosa Sex shopp, que eu pedi para ela vestir. É um biquíni branco minúsculo, com cordões laterais e uma espécie de ...
«1234...7»