1. Badoo funciona


    Encontro: 17/06/2017, Categorias: Heterossexual, Autor: Novinho QUENTE, Fonte: ContoEroticoComBr

    Tudo começou com uma quinta feira normal, como de costume estava estudando(ao menos tentando) quando deu uma vontade insaciável de fuder uma xana. Por um segundo pensei em abrir o Xvideos mas imediatamente me reprimir, e então recorri ao Badoo ( Melhor amigo dos adolescentes solteiros), de tanto procurar, encontrei uma mulher de 27 anos, solteira. Papo vai, papo vem, consegui seu número e um encontro na mesma noite, e assim os estudos já foram parar longe. Era meu pau falando mais alto que meu cérebro, não conseguia mais me concentrar, e agora contava os segundos para encontrá-la. Deu então o horário peguei um moto taxi, meu pau tava tão duro que o rapaz da moto se sentiu incomodado em roçar nele chegando para frente. Cheguei ao local marcado, olhei para um lado, para outro e nada. Passaram-se minutos, horas até que resolvi ir embora, no caminho para casa escultei uma voz me dando psiu, quando olhei aaahhh era ela que felicidade, me chamou para dentro da sua garagem e sentei-me. Logo quando cheguei no escuro ao beijar seu rosto já sentia o meu pau se lubrificando. Ela olhou nos meus olhos e começou a falar da vida dela, o que fazia, quando me dei conta de que tinha se passado 5 minutos já e não aguentei, olhei nos seus olhos a puxei e beijei, no mesmo segundo minha mão foi na sua calcinha, ela imediatamente reprimiu, então a apertei a cintura, ela gemeu, passei a mão e ualá molhadinha, aaah muleke. ... Levantei seu vestido, ela -Não você está louco, estamos na garagem. Fingi que nem tinha escultado, baixei sua calcinha, e 2 segundos já estava com a camisinha no pau e quando ela ia desistir soquei, soquei com tanta força que ela não conseguiu se conter e gemeu, gemeu alto e a cada gemido ia bonbando cada vez mais aquela xota de 4, e naquele momento não existia vizinho, garagem, nada além do céu que aquele gozo estava me conduzindo. Eu, experiente apesar de novo, controlei meu gozo e continuei até que senti sua xota molhando meu cacete, ela agora se endireitando para não cair com as pernas bambas sentou na escada, e antes de falar alguma coisa levantei sua perna e comecei a bombar novamente sua xota, seu suspiros cada vez mais intenso era como a gasolina que fornece energia para o motor, meu corpo, e agora depois de saciado sua vontade fodia aquela xota em busca do meu gozo cada vez mais rápido, mais intenso até que algo começou a subir pelas minhas pernas uma energia que nunca tinha sentido antes não aguentei, gozei, olhando em seu rosto gozei. Desde esse dia continuamos sempre em contato e sempre fodo aquela xota, marquei agora para comer seu cuzinho. Se gostaram do Conto, não sei se dá para comenta mas se não der envia uma mensagem para mim no meu email para assim escrever mais. Bom eu sou o Novinhoquente, este foi o meu primeiro conto espero que gostem, e esse é o meu email: novinhoquente016@outlook.com
«1»