1. Comi a buceta dela, mas o marido arrombou meu cu


    Encontro: 16/06/2017, Categorias: Traição / Corno, Autor: mayara 29, Fonte: ContoErotico

    Comi a buceta dela, mas o marido arrombou meu cuConto de Mayara NascimentoSou casado e nunca fui de aventurar, mas certo dia estava um calor danado, era uma tarde de Sábado, e resolvi entrar num barzinho pra tomar um refrigerante, quando entrei, encontrei uma colega de trabalho que estava sentada em uma mesa com seu marido. Os cumprimentei e sentei em uma outra mesa atrás deles, de modo que ela ficava de frente pra mim e o marido de costas, e o atendente já veio com uma cerveja e um copo na mão. Resolvi então ficar com a cerveja, que ele abriu e me serviu no copo. Eu não tinha muita intimidade com essa colega, pois éramos apenas colegas de trabalho e nos conhecíamos da empresa só de vista. Os dois tomavam uma bebida e ela de vez em quando me olhava e dava uma piscadinha, aquilo começou a me incomodar, pois ela estava como marido e ele poderia perceber e achar que eu estava dando em cima da mulher dele. Resolvi então beber minha cerveja o mais rápido possível pra sair dali, mas nem deu tempo, pois ao olhar pra ela, ela novamente deu outra piscadinha e um sorriso, e nisto o marido olha pra traz em minha direção e se levantou. Gelei!!!. Pensei comigo: Aí, ai, ai, deu merda, e agora!!! Quando ele chegou em minha mesa perguntou se podia se sentar um pouquinho, Claro, pedi mais um copo e lhe ofereci da minha cerveja que ele aceitou de boa, enchi seu copo e ele tomou um gole, depois me disse: Você trabalha com minha esposa não é mesmo? Sim, trabalhamos na mesma empresa. Sabe o que ... é, eu e minha esposa somos bastante liberais, e minha esposa me falou de você, e acha que você tem uma bela pica, embora ela ainda não tenha visto, mas disse que o maior desejo dela era chupar sua pica e sentir você gozando na boca dela, será que você pode satisfazer o desejo da minha esposa? Nuss, fiquei arrepiado, olhei pra ela, que deu mais uma piscadinha com um sorriso nos lábios, o marido então disse: Se você topar podemos ir até nossa casa, o que você acha? Claro, sem problemas!!! Saímos dali e nos dirigimos pro seu carro todo insufilmado, de maneira que não se via nada la dentro, ele abriu a porta de traz e eu entrei, ainda meio receoso, ele sentou no banco do motorista e ela abriu a outra porta de traz e se sentou do meu lado, fechou a porta e já me tascou um beijo bem molhado, ele saiu com o carro e nos dirigimos pra sua casa. No meio do caminho, depois de me beijar já foi abrindo meu zíper e tirando meu pau ainda meio mole pra fora, o qual foi abocanhando, chupou até deixa-lo bem duro, foi o tempo de chegarmos em sua casa. Fomos direto pro quarto já fomos todos tirando a roupa e ela me jogando na cama e chupando meu pau. Seu marido foi pra traz dela já com seu pau duro na mão, quando ele tirou a mão do pau pra enfiar na buceta dela é que pude ver que ele tinha uma pica linda, eu nunca tinha chupado uma, mas aquela me deu agua na boca, fiquei com vontade mesmo de tê-la em minha boca, e no meu cu. Ela chupava minha pica e o marido atrás fodendo a buceta dela que gozava ...
«12»