1. Príncipe Impossível | Cap. 03


    Encontro: 16/06/2017, Categorias: Gays / Homossexual, Gays / Homossexual, Mistério, Drama, Paixão, Amor, Príncipe, proibido, segredo, mudança, Vida, Romance, Detetive, INVESTIGAÇÃO, fofo, homem, Beijo, aeroporto, Série, Traição / Corno, chefe, Amizade, EUA, Namoro, Erotismo, romantismo, crime, Virgem, advogado, médico, barba, Hospital, Empresa, apartamento, Autor: The Sculptor ✟, Fonte: CasadosContos

    RITUAL | capítulo três Estávamos todos de volta a empresa. Gray estava com um curativo na testa devido a queda de quando eu o derrubei. Eve, Morgan e ele estavam reunidos na sal de conferencias com Dylan, Lisa e os pais deles explicando a situação. Eu estava na copa tomando um copo de água vendo pelas paredes de vidro a conversa deles. Os pais de Dylan o abraçaram em certo momento, talvez felizes por não serem drogas. - gravidez na adolescência é sempre difícil – falou Holly chegando a copa e ficando ao meu lado vendo a cena. - pois é, mas fico feliz por não serem drogas e parece que os pais de Dylan também ficaram. Aparentemente eles preferem ser avós do que filho de um viciado – falei terminando meu copo d’água. - o que aconteceu com Gray? Porque ele está com um curativo na testa? – perguntou Kiff chegando a copa também. - nosso zagueiro aqui o derrubou – falou Holly dando um empurrão de leve em mim – ele fez isso pra impedir Gray de machucar uma garota grávida. - espera, eu pensei que estávamos proibidos de sair do escritório – perguntou Kiff confuso. - e nós estamos – falei respirando fundo – quando eles terminarem com o cliente eles provavelmente vão brigar – falei pensando no dia que tive. Minha cabeça doía um pouco, mas a ressaca já tinha melhorado. - Morgan e Gray? – perguntou Holly. - eu acho que eles ainda se amam – falou Kiff. - como se ama alguém que te traiu? – perguntei tentando entender a resposta. - você simplesmente ama – falou Holly – se foi amor em ... primeiro lugar você nunca deixa de amar. Você pode se afastar, pode odiar, mas você ama. - acho que vou chorar – falou Kiff brincando com Holly. Nesse momento todos saíram da sala. Eu vi Gray, Eve e Morgan se despedindo dos garotos e dos pais e eles foram para o elevador. Os clientes se forem e foi como tudo aconteceu. Eve, Morgan e Gray entraram novamente na sala e pelos movimentos que faziam os três discutiam sobre alguma coisa. - eu não disse? – falei saindo da copa deixando Holly e Kiff para trás. Fui para a minha sala e me sentei na cadeira. Olhei para o porta retrato na minha mesa e vi novamente aquele casal que não conhecia. Um casal de modelos contratado que agora era minha família aos olhos de quem os via. O relógio no meu computador marcava quase quatro horas da tarde eu não tinha comido nada. Estava sem fome. Fazia uns vinte minutos que Eve, Morgan e Gray estavam na sala de conferência discutindo e foi então que eu vi Eve se levantar de sua cadeira e entrar na minha sala. - o que foi? – perguntei para Eve quando ela abriu a minha porta. - precisamos de vocês na sala de conferências. - OK – falei indo até a sala. No caminho Eve chamou Kiff e Holly. Nós três entramos na sala de conferencia e eu vi que Gray estava sentado irritado e Morgan carregava a mesma expressão. Eu não ligava para o que eles decidissem. Desde que eu tivesse um emprego eu estava feliz e esse era um emprego que eu gostava. Quando Eve entrou na sala ela fechou a porta e olhou para nós. - então – falou ela ...
«1234...»