1. Ela na praia com meu primo


    Encontro: 16/06/2017, Categorias: Fantasias, Autor: kasal2016comfantasia, Fonte: ContoEroticoComBr

    Mais uma aventura nossa,pra quem leu o outro conto sabe que minha mulher não curte encontros marcados,ela adora ser paquerada e seduzida,então todas nossas aventuras tive que fazer as manobras pra ela nunca perceber. Ela é loira,1.70alt e 70kg,95 de bunda seios médios 30 e poucos anos hoje, na época dessa aventura ela tinha uns 25 anos, tenho um primo que mora longe mas como estava de férias passou por nossa cidade,dormiu em casa uns dias,ele tinha 30 anos e no primeiro dia eu já percebi os olhares dele pra bunda da minha mulher mas fazia de contas que não via,a noite na hora de transar eu percebi que ela estava com mais tesão nos dias que meu primo estava em nossa casa,então já começei a planejar mais uma transa a 3,como ela adora praia combinamos de ir na praia do Tenório em Ubatuba,não era verão então a praia estava vazia,chegamos na praia e ficamos no canto esquerdo onde não tinha casa e tinha uma costeira,no caminho já fomos bebendo e claro eu não deixava faltar cerveja na mão dela,chegamos na praia e e como estava muito calor já entramos na agua,ela estava com um bikini pequeno deixando sua bunda mais gostosa ainda,meu primo não tirava o olho do rabo dela,quando voltamos pra areia ela já jogou uma toalha no chão e foi se bronzear,eu e meu primo fomos caminhar pela praia,ela já estava alegre por causa da cerveja mas ficou deitada,no caminho meu primo ficou elogiando ela,falando que dei sorte em casar com uma mulher linda e inteligente, eu sabia que ele queria dizer ... gostosa ,mas fiz de contas que acreditei,após muita conversa fiada falei pra ele que tinhamos vontade de ir numa casa de swing mas ela nunca topou,ela já ficou animado e me perguntou se eu teria coragem de ver outro cara comendo ela, na hora eu já falei que tenho a mente aberta,e oq importava era o tesão,eu gostava mesmo e de ver ela gosando,ele já se animou e falou que tambem tinha vontade de ir numa casa dessas mas nunca teve coragem,como eu percebi que ele ficou com tesão fui dando corda,e falei pra ele que ela adora ser paquerada,e que eu não tenho ciumes porque depois quando chega em casa ela está com muito tesão eu sou eu quem come ela gostoso,rimos muito e começamos a voltar da caminhada,ele estava bem animado e querendo saber mais sobre minha fantasia,então falei pra ele que ela não gostava de nada combinado,mas como ele era de confiança eu liberaria ela pra ele tentar a sorte,ele não sabia como começar,então falei pra ele esperar ela tomars mais uma cerveja e eu iria inventar uma desculpa pra deixar os dois a sós,e ele se ofereceria pra passar bronzeador nela,e se ela deixasse ele tinha que aproveitar e alisar bastante a bunda dela,provocando ela,e o sinal se ela astava afim de dar pra ele seria se ela abrisse as pernas quando ele estivesse passando na bunda dela,esse é o sinal que ela está com tesão,ele ficou meio com medo dela brigar mas como não tinha nada a perder concordou,chegamos onde ela estava e já peguei mais cervejas pra ela,ela sentou na cadeira e ficamos ...
«123»